Humildes Notícias - O site de notícias de Humildes - Bahia

HOME         POLÍTICA          ESPORTE         POLÍCIA         TRÂNSITO         RELIGIÃO         CULTURA E LAZER         EDUCAÇÃO         EMPREGO


19/04
às 18:11
Divulgação
Morreu na tarde deste sábado, em Uberlândia, o narrador esportivo Luciano do Valle, de 70 anos. Ele foi internado em um hospital particular da cidade mineira, na tarde deste sábado (19), após passar mal durante voo até a cidade - onde faria a transmissão do jogo entre Atlético-MG e Corinthians, no domingo, pelo Campeonato Brasileiro. O jornalista, que viajava de São Paulo, foi socorrido ainda no aeroporto da cidade mineira pelo Corpo de Bombeiros. A morte do narrador foi confirmada pela TV Bandeirantes, emissora na qual trabalhava (relembre narração dele no vídeo abaixo). O último jogo transmitido por ele foi a final do Campeonato Paulista - o título do Ituano sobre o Santos nos pênaltis no domingo passado.
De acordo com informações do hospital, o narrador deu entrada direto na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). A causa da morte ainda não foi confirmada, e o hospital não passou mais detalhes sobre o ocorrido à reportagem. O médico que o atendeu no voo relatou à Bandeirantes que a passagem de Luciano foi sem sofrimento, uma "morte súbita". Infecção na aorta, embolia pulmonar e infarto são algumas hipóteses levantadas pelo médico, mas ainda é cedo para determinar a causa da morte.
O jornalista da TV Globo Marco Aurelio Souza estava no mesmo voo do narrador e contou o que se passou no avião.
 
- Ele não se sentiu bem durante o voo. Não teve nenhum rebuliço no avião. Ele só comunicou à comissária que não se sentia bem e pediu que, quando o avião descesse, chamassem um médico. Estava na primeira fileira. Todos os passageiros saíram, mas ele permaneceu. Quando eu saía, o comandante já tinha saído da cabine e conversava com ele indicando que tinha chamado um médico. A gente ficaria no mesmo hotel. Quem me relatava as coisas era o Fernando Fernandes, da Band. O Luciano já foi muito mal para o hospital. Meia hora depois, o Fernando me ligou para dizer que ele tinha morrido de um problema do coração - relatou o jornalista.
O repórter da Bandeirantes Fernando Fernandes também estava no voo. Ele relatou, em entrevista para a emissora, que Luciano já não se sentia bem em São Paulo, antes do embarque.
 
- Tínhamos o voo às 13h30m de São Paulo para Uberlândia. Ele disse que estava com dor nas costas. No meio do voo, fui lá para a frente e vi que ele não estava bem, que estava suando - comentou Fernandes.
Luciano do Valle Queiroz nasceu em Campinas, trabalhava atualmente na TV Bandeirantes e foi narrador esportivo da TV Globo por onze anos. Chamado de "o melhor gol da TV", era considerado um dos principais profissionais da imprensa do país, tendo transmitido Copas do Mundo, Olimpíadas, Fórmula 1 e Fórmula Indy, além de ter sido apresentador do Globo Esporte. Foi o responsável por aumentar a programação esportiva da Band e valorizar esportes olímpicos - vôlei e basquete, por exemplo -, além de diversificar a cobertura de futebol, com espaço para divisões inferiores e jogos de veteranos.
 
Torcedor da Ponte Preta, Luciano iniciou a carreira na Rádio Brasil e ganhou destaque trabalhando na Rádio Nacional, em São Paulo. Pela emissora, participou da cobertura da conquista do tricampeonato mundial de futebol na Copa do Mundo do México. No mesmo ano,  passou a fazer parte da equipe da Globo. A primeira transmissão ocorreu no basquete masculino, no Troféu Governador do Estado de São Paulo. Em 2003, ele também fez parte da equipe esportiva da TV Record. 
Por G1/ Fernanda Resende e Gullit Pacielle Uberlândia, MG

 

19/04
às 15:46
Fotos: (RAFAEL MARQUES)

Na noite dessa última sexta-feira (18), cerca de 150 atores amadores e moradores do distrito de Humildes apresentaram o espetáculo que conta a história de Jesus.

Durante a teatralização o público pode assistir as pregações de Jesus no deserto, os milagres de Cristo, representados em cenas marcantes.
 
A entrada triunfal de Jesus em Jerusalém montado em um jumento, acompanhado dos discípulos e a multidão. Também integram o roteiro das cenas: o lava pés, a traição de Judas e a prisão de Jesus no Monte das Oliveiras.
Fotos: (RAFAEL MARQUES)
         
Mas é a Via Sacra o momento mais emocionante do espetáculo. A pregação na Cruz e a morte de Jesus são feitos com muito realismo e emocionam a todos.  
 
O grupo também já se apresentou em Salvador, São Francisco do Conde, Santo Amaro da Purificação, além de outras cidades. “Nesta época do ano estamos sempre viajando cada vez mais e buscando cumprir a nossa missão que é evangelizar através da arte”, explica Ubaldo de Oliveira Santos, um dos diretores do grupo que iniciou as atividades em 1987 desenvolvendo trabalhos de cunho social.
      
Após uma década de eventos culturais, esportivos e filantrópicos, veio a idéia de expandir o trabalho. Assim nasceu em 1997 o núcleo de teatro do Grupo com a montagem da “Paixão, Morte e Ressurreição de Cristo”, espetáculo com uma hora e vinte minutos de duração.                              
         
Atualmente são 150 componentes, dentre crianças a partir de dez anos de idade a adultos, todos moradores do distrito de Humildes. Fazem parte, desde agricultores até donas de casa e estudantes.
      
Os cenários da montagem foram confeccionados com a preocupação de retratar simbolicamente a riqueza dos palácios romanos da época. Muralhas, que dependendo do local da apresentação, podem medir  até 90 metros lineares, a Santa Ceia que tem pintura em 3D, vasos e utensílios de barro e madeira, figurinos  confeccionados com riqueza de detalhes, dão ao público uma idéia fiel da época em que Cristo viveu entre os homens.
     
O Grupo Teatral de Humildes conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Feira de Santana, através da Secretaria de Cultura Esporte e Lazer.
 
(Humildes Notícias/com informações do site da prefeitura de Feira de Santana).
 
 
 
     
Por Humildes Notícias/com informações do feiradesantana.ba

 

19/04
às 15:42
Paulo José
Após o impasse sobre o retorno da greve dos policiais militares da Bahia, especialmente em Feira de Santana, uma reunião que foi encerrada agora a pouco, decidiu pelo fim do movimento. Jorge Costa, diretor de comunicação da Aspra, informou que o corpo jurídico da instituição decidiu que a tese da defesa de Marco Prisco, preso na tarde de ontem (18), se baseia na informação que a sociedade baiana já voltou a sua normalidade.
 
“Se a polícia tiver parada, desconstrói a nossa tese. Essa é uma orientação do nosso corpo jurídico. Estamos viajando para Brasília para tentar ajudar e vamos entrar com diversos habius corpos. Se a polícia ficar paralisada, a tese será desmantelada. Por favor, não dê ouvidos a outra orientação que não seja essa, de retornar ao trabalho”, afirmou. 
 
O comandante do CPRL (Comando de Policiamento Região Leste), coronel Adelmário Evangelista Xavier, ressaltou que na reunião ficou decidido o retorno imediato da tropa às atividades normais. 
 
“Agradeço a compreensão e o senso de profissionalismo de todos os policiais militares, que se mostraram solidários com os anseios de uma sociedade ávida por segurança. Parabéns aos companheiros pela grande demonstração de maturidade, responsabilidade e compromisso com a sociedade que tanto depende dos nossos serviços. Vamos em frente e uma boa páscoa a todos, com muita segurança. Obrigado”, agradeceu.
 
No final da manhã deste sábado a reportagem do Acorda Cidade já havia flagrado viaturas circulando pela cidade.
 
O soldado Josafá Ramos disse que a tropa queria ver Prisco solto para só depois voltar ao trabalho. Essa seria a condição inicial para o fim da greve, o que gerou o impasse.  
Por Acorda Cidade

 

18/04
às 18:24

 Foi preso na tarde desta sexta-feira (18), a pedido do Ministério Público Federal na Bahia (MPF/BA), Marco Prisco Caldas Machado, líder do movimento grevista da Polícia Militar (PM) da Bahia, vereador e diretor-geral da Associação de Policiais e Bombeiros e de seus Familiares no Estado da Bahia (Aspra). O pedido de prisão preventiva ajuizado pelo MPF foi concedido pela Justiça Federal em 15 de abril e a prisão foi realizada nesta tarde, pela Polícia Federal, em um resort onde Prisco se encontrava.

 
O pedido foi feito na segunda-feira (14), dentro da ação penal movida pelo MPF em abril de 2013, que denunciou sete pessoas entre vereadores, soldados e cabos da PM por diversos crimes, a maioria deles contra a segurança nacional, praticados durante a greve realizada entre os dias 31 de janeiro e 10 de fevereiro de 2012. A intenção do pedido de prisão preventiva é garantir a ordem pública.
 
Prisco é processado pelo MPF por crime político grave, e qualquer recurso contra sua prisão só poderá ser ajuizado no Supremo Tribunal Federal. A prisão será cumprida inicialmente em presídio federal localizado fora do estado da Bahia.
 
Bloqueio de bens e multa - anteontem, o Tribunal Regional Federal da 1ª Região, sediado em Brasília, já havia concedido liminar, a pedido do MPF, determinando a imediata paralisação da greve da Polícia Militar na Bahia, sob pena de pagamento de multa diária de 1,4 milhões de reais. Determinou, ainda, o bloqueio de bens de Prisco e mais 13, entre as associações envolvidas no movimento paredista e seus dirigentes. Os bens seguem bloqueados como medida para assegurar a possibilidade de ressarcimento dos prejuízos causados aos cofres públicos.
Por Acorda Cidade

 

18/04
às 13:40
Foto: (RAFAEL MARQUES)

Na noite dessa sexta-feira santa em Humildes (BA), o espetáculo "Paixão e Morte de Cristo" será encenado para os moradores do distrito. Contando com cerca de 100 atores amadores e sob a direção geral de Ubaldo " Bal de Humildes" a peça conta com cenas importantes como Jesus passando seus ensinamentos para a multidão, fazendo milagres, a santa ceia, crucificação e ressurreição de Cristo.

Confira abaixo a programação católica da paróquia de Nossa Senhora dos Humildes para esse fim de semana.

Sexta Feira (18) 18 horas - Sermão da Paixão de Cristo. 21horas Apresentação do Grupo Teatral de Humildes na Praça ao lado da quadra poliesportiva 
 
Sábado de  (19)  19 horas Virgilia Pascal com inicio em frente ao cemiterio de Humildes
 
Domingo (20) Celebração da Páscoa - Missa campal às 10 hs, Festa da comida  às 12hs e às 15hs sensacional bingo em prol da pintura da Igreja Matriz de Humildes.
Por Humildes Notícias/Rafael Marques

 

18/04
às 13:35

Durante os dois dias da greve da Polícia Militar na Bahia, Feira de Santana registrou um grande número de mortes violentas. Foram 40 homicídios, um latrocínio (Roubo seguido de morte) e cinco autos de resistência (morte em confronto com a polícia). O coordenador da polícia civil de Feira de Santana, Ricardo Brito, está fazendo levantamento para elucidar os crimes. Segundo ele, a maioria das vítimas têm passagens pela polícia.

Na quinta-feira (18), além dos três homicídios já divulgados no site, outras três mortes foram confirmadas. O calceteiro José Antônio Duque Neto, que morava na Rua Bauru, bairro Santo Antônio dos Prazeres estava trabalhando no calçamento de uma rua para uma empresa que presta serviço para a prefeitura, na Expansão do Feira IX. Segundo informações, após conversa com um desconhecido no local onde trabalhava, ele foi vítima de golpes de faca sendo levado para o Hospital Geral Clériston Andrade, onde faleceu.
 
No bairro George Américo, na Rua U - 1, aconteceu um auto de resistência envolvendo um homem que não teve o nome identificado. No local foi apreendido um revólver calibre 38 e  um automóvel, além de drogas. Os policiais foram informados que no local tinham homens armados. Com a chegada da polícia, houve troca de tiros e um dos homens foi alvejado e morreu.
 
O último crime ocorrido na véspera da Sexta-Feira da Paixão vitimou Lucas Celestino da Silva, 17 anos. Ele foi encontrado morto em uma estrada na localidade Alto da Cabrita, Conjunto Viveiros. O corpo foi encontrado com perfurações de tiros e foi encaminhado ao DPT.
Por Acorda Cidade

 

18/04
às 13:31
Reprodução TV Bahia
A Polícia Rodoviária Estadual (PRE) montou uma operação especial para o feriado da semana santa e Tiradentes na Bahia. Desde as 8h de quinta-feira (17) até as 8h de terça-feira (22), a Operação Semana Santa intensifica a fiscalização nas rodovias baianas com 548 policiais militares. A PRE espera um aumento de 30% no fluxo de veículos.
 
Os serviços que serão fiscalizados são: equipamentos e documentos de porte obrigatório do veículo e do condutor; verificação quanto ao uso de bebida alcoólica e substâncias psicoativas; e abordagens policiais com vistas ao enfrentamento de crimes contra instituições financeiras; tráfico de armas, drogas e tráfico de pessoas, especialmente na modalidade de exploração sexual contra criança e adolescentes.
 
O policiamento de trânsito rodoviário será intensificado, principalmente, na BA 001 (Bom
Despacho); BA-099 (Estrada do Coco/Linha Verde); BA-210 (Juazeiro/Sobradinho); BA-878 (Saubara/Bom Jesus dos Pobres) e na rodovia delegada BR-324 (Jacobina/Miguel Calmon)
Por G1

 

17/04
às 14:23
Arquivo Correio
Os policiais militares da Bahia decidiram encerrar a greve deflagrada no início da noite da última terça (15). O coordenador-geral da Aspra, Marco Prisco, apresentou os itens da contra-proposta elaborada pelo Governo do estado, em assembleia realizada no Wet'n Wild, na tarde desta quinta-feira (17), e perguntou aos policiais se eles aprovavam. A maioria levantou as mãos, em sinal de que aprovava o fim da paralisação. 
 
A contra-proposta do Governo foi elaborada durante a madrugada e apresentada aos líderes dos grevistas pelo coronel da Polícia Militar Alfredo Castro na manhã desta quinta (17), no Quartel do Comando Geral da Polícia, nos Aflitos. O arcebispo-primaz do Brasil, dom Murilo Krieger, foi convidado para participar da reunião e abençoou o acordo. 
 
A categoria, que reúne pelo menos 34 mil homens na ativa no estado, reivindicava melhoria salarial, mudanças na política remunerativa, plano de carreira, acesso único ao quadro de oficiais, um Código de Ética, aposentadoria com 25 anos de serviço para a Polícia Feminina, aumento do efetivo, bacharelado em Direito para os oficiais, além de elevação de toda a tropa para o nível superior entre 2014 e 2018.
 
A assembleia desta quinta contou com as diversas associações da categoria, como a Associação de Policiais e Bombeiros e de seus Familiares do Estado da Bahia (Aspra), a Associação de Praças da Polícia Militar do Estado da Bahia (APPM-BA) e a Associação dos Oficiais da Polícia Militar da Bahia (Força Invicta).
 
Multa
Na tarde de quarta-feira (16), o Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), sediado em Brasília, concedeu liminar determinando a imediata paralisação da greve dos policiais militares na Bahia, sob pena de pagamento de multa diária de R$ 1,4 milhões. A Justiça determinou ainda o bloqueio de bens de Marco Prisco, das associações envolvidas no movimento e de seus dirigentes. 
 
A decisão foi tomada a partir de pedido urgente ajuizado por meio do Ministério Público Federal diante da deflagração da greve da PM baiana. Segundo a Justiça, o bloqueio de bens visa garantir o ressarcimento dos prejuízos causados aos cofres públicos, a exemplo do uso da Força Nacional de Segurança Pública para o estado. 
 
Consequências
Durante as 36 horas de greve dos policiais militares, 25 pessoas foram mortas e outras quatros ficaram feridas em Salvador, segundo informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP-Ba). Entre as vítimas estão crianças, adolescentes e policiais militares. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, nas últimas 24 horas, houve um aumento superior a 100% no numero de agressões físicas por arma de fogo e branca na capital.
 
Ruas ficaram desertas, lojas foram saqueadas e os pontos de ônibus ficaram vazios por conta do medo da população. Pelo menos 50 pessoas foram presas em flagrante por roubo a mão armada, arrombamentos e saques. Centenas de ônibus deixaram de circular para evitar ataques de vândalos e arrastões.
Por Correio

 

17/04
às 13:51

O cartório de Humildes (BA), realizou seu primeiro casamento grauito em um espaço de festas do distrito. A cerimônia teve início por volta das 13 horas desta quinta (17). Um passo muito significativo para Humildes (BA), que vem crescendo cada dia mais.

 

Por Humildes Notícias

 

17/04
às 13:40
Os primeiros homens integrantes da Força Nacional desembarcaram no aeroporto de Salvador no final da tarde desta quarta-feira (16). Eles vão reforçar a segurança em Salvador e em algumas cidades do interior da Bahia durante o período de greve da Polícia Militar.
 
Cerca de seis mil homens das Forças Armadas já estão na Bahia, segundo o comandante da 6ª Região Militar, general Racine Bezerra Lima. Outros 2.500 vão chegar ao estado nos próximos dias. 
 
Com a paralisação dos policiais militares baianos, o governo do estado solicitou apoio às tropas federais e a presidente assinou o decreto de Garantia da Lei e Ordem, autorizando o emprego das Forças Armadas na Bahia. Com isso, as tropas estão autorizadas a realizar patrulhas, vistorias e prisões em flagrante. 
 
Ainda segundo o general Racine, a maior parte das tropas ficará em Salvador devido ao grande contigente populacional. Em coletiva de imprensa na tarde desta quarta, o governador Jaques Wagner garantiu que as equipes de apoio vão se descolar para qualquer cidade baiana que necessitar de ajuda.
 
Por Tribuna Feirense

 


Publicidade