Humildes Notícias - O site de notícias de Humildes - Bahia

HOME         POLÍTICA          ESPORTE         POLÍCIA         TRÂNSITO         RELIGIÃO         CULTURA E LAZER         EDUCAÇÃO         EMPREGO


24/10
às 22:41
Site - VEJA

O ministro Admar Gonzaga, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), negou nesta sexta-feira (24) o pedido de liminar feito pela equipe da candidata à presidência da República, Dilma Roussef, para a retirada da publicação da reportagem da revista “Veja”, publicada no site e no Facebook da revista, também nesta sexta. Na matéria, a revista afirma atribui a ao doleiro Alberto Youssef a declaração de que tanto a candidata quanto o  ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sabiam do esquema de corrupção na Petrobras.

Na negação, o ministro do TSE justificou que o artigo da lei eleitoral citado na representação (art. 57-D, § 3º, da Lei das Eleições) para pedir a retirada do ar não está em vigor nas eleições deste ano. Ele arquivou a representação, sem julgamento do mérito.

Na representação apresentada,  a coligação de Dilma diz  que a matéria veiculada pela Revista “Veja” é ofensiva à candidata. Ainda segundo o documento, a revista teria antecipado sua edição para sexta-feira para "tentar afetar a lisura do pleito eleitoral".

A representação diz ainda: " a matéria absurda de capa [...] imputa crime de responsabilidade à candidata Representante (...) e a mensagem ofensiva da capa da revista tem por objetivo bem delineado: agredir a imagem da candidata Representante" .

No despacho, o ministro Admar Gonzaga afirmou o seguinte: "O dispositivo invocado para a suspensão da veiculação (§ 3º do art. 57-D da Lei nº 9.504/1997), consoante entendimento deste Tribunal Superior (Consulta nº 1000-75), não tem eficácia para o pleito de 2014, razão pela qual indefiro liminarmente a petição inicial e extingo o processo sem resolução do mérito, nos termos do art. 267, I, do Código de Processo Civil."

O parágrafo terceiro do artigo 57-D, citado pela representação e pelo ministro foi incluído na Lei das Eleições pela chamada minirreforma eleitoral, aprovada pelo Congresso e que virou lei no final de 2013, menos de um ano antes desta eleição. O entendimento do TSE é de que as alterações desta lei não iriam vigorar para as eleições de 2014.

Por Ibahia

 

24/10
às 21:53
Ana Paula Silva

A moradora do distrito de Humildes (BA) tem vivido dias de celebridade, Diana Ferreira (28) tem sido o assunto do momento em Humildes e nas redes sociais através de compartilhamento do Whatsapp e Facebook.

O video da dona de casa em pouco nesta sexta-feira (24) já chega a marca de (1.452.393) quase 1,5 milhão e meio de visualizações, (9.337) quase 10 mil curtidas, (68.001) quase de 70 mil compartilhamentos e 559 comentários de internautas do Brasil inteiro.

Em entrevista ao site HUMILDES NOTICIAS, ela relatou que a ideia de gravar o video foi por achar que as pessoas devem ter consciência nas coisas "Antigamente tudo era mais dificil, hoje não trabalha quem não quer, eu vivia pegando coisas velhas que o povo dava, eu era aproveitadora das causas perdidas, mas depois do governo de Dilma e Lula eu hoje tenho meu microondas, minha televisão, DVD, guarda roupa, tenho tudo" Salientou Diana.

Ela ainda acrescentou que foi uma realidade e ao mesmo tempo uma brincadeira a gravação do video, que estava em familia quando sua sobrinha a chamou para fazer o video. "Não sabia que ia dar isso tudo, pra quem crítica muito obrigada e pra quem elogia que Deus abençõe cada dia mais" enfatizou a dona de casa.

A humildense falou ainda a nossa reportagem que por onde passa é chamada de "Diana Rouseff", de "mamãe Dilma" e que recebeu inclusive a visita de representantes do PT que fez questão de conhecê-la agradecendo-a pelo depoimento. Ao final da entrevista, Diana Ferreira manda um recado aos internautas que tem assistido ao seu video.

" Que vocês venham  ter a coragem de dizer o que você sente, vamos parar de criticar o ser humano mas assim, vamos aprender a dizer na hora certa e no momento certo, como eu tive capacidade de chegar e dizer isso não é que Lula nem Dilma está me pagando não, eu fiz isso de todo o meu coração porque eu sentir de fazer isso, eu sei o que é passar fome e hoje tenho um filho e faço por ele o que posso,  pois, se hoje eu digo que é dificil mais igual a antigamente garanto que não" finalizou a humildense Diana Ferreira.

 

Por Ana Paula Silva/ Humildes Notícias

 

24/10
às 18:08
Da mesma forma como aconteceu no primeiro turno das eleições de 2014, 896 presos da Bahia poderão votar neste domingo (26), marcado pelo segundo turno das eleições presidenciais. Os custodiados são presos provisórios e jovens entre 16 e 21 anos, que cumprem medidas socioeducativas.
 
A Defensoria Pública da Bahia acompanhará a votação nas unidades prisionais. Em Salvador, poderão votar os presos do Presídio Salvador, Penitenciária Lemos de Brito (anexo 2 da Cadeia Pública), Presídio Feminino, Centro de Observação Penal (COP), Unidade Especial Disciplinar (UED), Cadeia Pública e Comunidades de Atendimento Socioeducativo Case Salvador e Case CIA.
 
No interior, os defensores públicos atuarão também na cidade de Feira de Santana, no Conjunto Penal de Feira e na Comunidade de Atendimento Socioeducativo Case Zilda Arns. Os estabelecimentos prisionais vão separar uma sala, onde ficarão as urnas e os mesários, servidores disponibilizados pela Defensoria. Os custodiados poderão votar das 8h às 17h. Somente os presos provisórios podem votar, conforme estabelecido pela Constituição Federal.
 
Apesar de ser garantido desde 1998, apenas em 2010 o voto de presidiários foi regulamentado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), por meio da resolução 23219/2010, e passou a ser aplicada Bahia. A norma eleitoral prevê a instalação de seções eleitorais em todas as unidades penais com mais de 20 votantes e unidades de internação de adolescentes. Desde 2010, esta é terceira eleição em que os presos provisórios e adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas da Bahia votam.
 
Por Bahia Notícias

 

24/10
às 18:06
Foto: Reprodução
A candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT) concentrou seu último dia do horário eleitoral para rebater reportagem publicada na revista 'Veja' que chegou às bancas nesta sexta-feira (24). Segundo Dilma, a revista 'Veja' faz 'terrorismo eleitoral'.
 
Segundo a revista, Dilma Rousseff e seu antecessor, Luiz Inácio Lula da Silva, sabiam de todo o esquema de corrupção montado na Petrobras, segundo reportagem da revista “Veja”. A reportagem cita depoimento do doleiro Alberto Yousseff à Polícia Federal, prestado na última terça-feira em Curitiba. 
 
"Não posso me calar frente a esse ato de terrorismo eleitoral articulado pela revista 'Veja' e seus parceiros ocultos. Uma atitude que envergonha a imprensa e agride a nossa tradição democrática. Sem apresentar nenhuma prova concreta e mais uma vez baseando-se em supostas declarações de pessoas do submundo do crime a revista tenta envolver diretamente a mim e ao presidente Lula nos episódios da Petrobras, que estão sob investigação da Justiça", afirmou a presidente no início da fala.
 
A revista adiantou sua publicação para esta sexta e aponta que Yousseff fez um acordo de delação premiada com as autoridades para reduzir as penas por participação no esquema.
 
A campanha exibiu capas anteriores da revista 'Veja' contra o PT em eleições anteriores. O programa, porém, não exibiu a última capa, que traz os rostos da presidente Dilma e de Lula.
 
O pedido feito pela coligação "Com a Força do Povo", que apoio a candidatura de Dilma, negou nesta sexta-feira (24) o pedido de retirada da reportagem publicada ontem na página do Facebook da Veja. 
 
Para negar o pedido o ministro Admar Gonzaga alegou que o artigo da lei eleitoral citado na representação (Artigo 57-D, Parágrafo 3º, da Lei das Eleições) para pedir a retirada do ar não está em vigor nas eleições deste ano. Com isso, a representação foi arquivada, sem julgamento sobre o conteúdo.
 
"O dispositivo invocado para a suspensão da veiculação (Parágrafo 3º do Artigo 57-D da Lei nº 9.504/1997), consoante entendimento deste Tribunal Superior (Consulta nº 1000-75), não tem eficácia para o pleito de 2014, razão pela qual indefiro liminarmente a petição inicial e extingo o processo sem resolução do mérito, nos termos do Artigo 267, 1º, do Código de Processo Civil", diz o despacho do ministro.
 
Segundo Dilma, "todo mundo sabe da campanha sistemática que a revista move há anos". "É uma tentativa de intervir de forma desonesta no resultado das eleições", disse, ao citar as últimas pesquisas de intenções de voto em que aparece à frente de Aécio Neves (PSDB).
 
"Com das outras vezes, [a revista] vai fracassar no seu intento criminoso. A Justiça livre desse país seguramente vai condená-la por esse crime. Ela e seus cúmplices vão falhar. O povo brasileiro é inteligente para discernir a mentira da verdade", disse.
 
"O povo brasileiro dará a resposta à 'Veja' e seus cúmplices nas urnas, e eu darei a resposta a eles na Justiça", finalizou.
Por Correio

 

24/10
às 17:59
Mais de 700 salas de aula serão transformadas em locais de votação.
 
“Estamos cumprindo o calendário de logística de distribuição das urnas e organizando os cadernos de votação, as listas e os roteiros de distribuição”, explicou o chefe de cartório da Zona Eleitoral 157, Luciano Souza Leite.
 
Durante esta semana, as urnas passaram por diversos testes e foram lacradas. A partir das 8h deste sábado (25), elas serão distribuídas para as unidades escolares, onde serão testadas novamente.
 
Durante o domingo (26), o Fórum Eleitoral de Feira de Santana receberá os eleitores que não tem a cidade como domicílio eleitoral para o chamado voto em trânsito. Mas só poderão votar os que já se cadastraram previamente.

 

Por De Olho na Cidade

 

24/10
às 17:52
Foto: Divulgação
O Governo da Bahia autorizou na quinta-feira (23), as obras de implantação do viaduto para a interseção da Avenida Nóide Cerqueira com a BR-324, no município de Feira de Santana. A obra que será construída pelo consórcio Top Engenharia/Mazza terá o valor de R$10.037.770,20 e será financiada por recursos do BNDES e do Governo Estadual.
 
O deputado estadual e líder do governo na Alba, Zé Neto, esteve ontem reunido com os Secretários Marcus Cavalcanti, Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), e Manoel Ribeiro, Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur), para a assinatura da ordem de serviço. Também esteve presente nas reuniões o diretor da empresa Top Engenharia, Alexandre Cunha Guedes Filho.
 
Enquanto o acesso não fica pronto um retorno provisório já está sendo encaminhado pelo Derba (Departamento de Infraestrutura de Transporte da Bahia), e ficará 800 metros antes do atual retorno, localizado próximo ao antigo Clube Cajueiro.
 
O secretário de Desenvolvimento Urbano da Bahia, Manoel Ribeiro, assinou a ordem de serviço na sede da Secretaria de Desenvolvimento Urbano da Bahia, no Centro Administrativo da Bahia, em Salvador, na presença do deputado estadual Zé Neto.
 
O viaduto possui 95 metros de extensão, com pista de rolamento e passeio. São duas faixas de tráfego e duas alças com extensão de 607 metros. A intervenção vai facilitar o acesso entre a nova Avenida Nóide Cerqueira, recentemente inaugurada após obras de ampliação e requalificação realizadas pelo Governo da Bahia, e a BR-324, rodovia que liga Feira a Salvador e é a mais movimentada do Estado.
 
“Essa é mais uma obra de mobilidade urbana realizada pelo Governo do Estado em Feira de Santana. Os recursos estão garantidos, a obra foi bem planejada e o prazo para conclusão é de oito meses. Essa é uma obra extremamente importante para Feira e região, que é uma das locomotivas do Estado da Bahia”, afirmou o secretário.
 
Para o deputado estadual Zé Neto, a obra vai beneficiar tanto a população quanto o comércio e a indústria da região. “Estamos dando um passo gigantesco neste que é, sem dúvida, um dos maiores empreendimentos do ponto de vista estratégico para Feira de Santana. A Avenida Nóide Cerqueira agora terá o viaduto de retorno para Salvador, e isso era o que restava para fechar com chave de ouro o ano de 2014 e entrarmos 2015 com mais esse vetor de desenvolvimento para a cidade”, afirmou o deputado, que também é líder do governo na Assembleia Legislativa.
Por Acorda Cidade

 

23/10
às 17:52
Foto: Divulgação
Após aparição no programa "Esquenta" da TV Globo, o Terra Samba chega com novidades. O grupo acaba de gravar o hit “Trica Trica”, aposta para o verão 2015. A música vem na voz do novo vocalista do grupo Márcio Bahia.
 
“Acredito na força desta música, quem já ouviu diz que é sucesso e que tem tudo pra ser o destaque do carnaval. Eu prefiro dizer que o balanço dessa dela é muito envolvente e não vai deixar ninguém parado”, conta Márcio.
 
Para Mário Ornelas, um dos criadores do grupo, a gravação de “Trica Trica” acentua o início de uma nova fase do Terra Samba. “Essa música mistura o nosso samba com o arrocha e promete balançar o verão do Brasil”, diz Ornelas.
 
Além de preparar o novo CD, o grupo finaliza um clipe para “Trica Trica”, a ser divulgado no site oficial do grupo nos próximos dias. O Terra Samba é dono de sucessos a exemplo de "Carrinho de mão", "Liberar geral", "Na manteiga", "Deus é brasileiro" e "Banho de chuveiro".
Por BK2

 

23/10
às 17:42
Foto: Reprodução
Uma nova pesquisa com os candidatos à Presidência da República mostra que a candidata Dilma Rousseff, do PT, está na frente de Aécio Neves, do PSDB, na preferência dos eleitores. Encomendado pela TV Globo e pelo jornal "O Estado de S. Paulo", o levantamento realizado pelo Ibope é o último antes do segundo turno da seleições e apontou a atual presidente com 54% dos votos válidos, enquanto o adversário aparece com 46% da preferência. A margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%. 
Para calcular os votos, o instituto excluiu a amostra de votos brancos, nulos e de eleitores indecisos. Ao todo, 3.010 eleitores de 203 municípios foram ouvidos entre os dias 20 e 22 de outubro.
 
Na pesquisa anterior, divulgada no dia 15, Aécio aparecia na frente da disputa, com 51% , enquanto Dilma tinha 49%.
 
Já no levantamento dos votos totais, que incluem os brancos, nulos e indecisos, Dilma Rousseff (PT) tem 49%;  Aécio Neves (PSDB) 41%; votos brancos e nulos somam 7% e indecisos chegam a 3%.
 
O Ibope ouviu 3.010 eleitores em 203 municípios entre os dias 20 e 22 de outubro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-01168/2014.
 
Rejeição
O Ibope fez um levantamento ainda do índice de rejeição intenção de voto e Aécio Neves liderou, com 42%. Já Dilma, apareceu com 36% dos votos.
Por Correio

 

23/10
às 17:38
Foto: Arquivo Aldo Matos
Com a morte de dois jovens, subiu para quatro o número de assassinatos registrados na quarta-feira (22), em Feira de Santana, elevando para 26 o número de homicídios registrados neste mês na cidade.
 
O adolescente Eliabe da Silva Santos, 17 anos, foi assassinado a tiros por volta das 18h na quadra de esportes do conjunto Feira VII. Ele ainda foi socorrido para o Hospital Geral Clériston Andrade em uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiu. Eliabe residia na Rua São Salvador, no bairro Sítio Matias. Os moradores do conjunto Feira VII não passaram detalhes sobre como o crime aconteceu.
 
Por volta das 19h, Samuel de Jesus Barreto, 17 anos, foi assassinado a tiros na Rua Horizonte, travessa com a Rua Ipiuna, no bairro Sítio Novo, próximo à caixa d’água. Ele foi baleado nas costas e no tórax e morreu no local. A vítima morava na Rua Ipiuna, no mesmo bairro.
 
Durante o dia, dois homens foram mortos na quarta-feira. O primeiro crime aconteceu na Avenida Eduardo Fróes da Mota quando o mestre de obras Valdir José da Silva, 53 anos, foi morto dentro de um carro.
No início da tarde, o mecânico Bruno Veras Lima, 25 anos, foi executado dentro da oficina onde trabalhava, na Avenida Transnordestina, próximo à passarela Conceição Lobo, no bairro Cidade Nova.
Por Acorda Cidade

 

23/10
às 16:06
Site - Robinho

O jogador Robinho negou, através de nota oficial publicada no seu site, envolvimento em um caso de estupro coletivo de uma brasileira de 18 anos em 2013 - quando ainda atuava pelo Milan- como foi noticiado por jornais italianos. O craque do lamentou as acusações e afirma que a imprensa está divulgando falsas informações sem apurar os fatos. 

No comunicado, Robinho afirma não ter nenhuma participação no suposto estupro em Milão e que o episódio está sendo levantado “ justamente em um período que atravessa uma boa fase profissional, pessoal e familiar”. Além disso, a nota informa que todas as providências legais estão sendo tomadas.

Nesta quarta-feira, o jornal italiano Corriere della Sera , publicou uma reportagem afirmando que o Ministério Público local fez um pedido de prisão preventiva do jogador.  Mas a juíza italiana, Alessandra Simon, concedeu a Robinho o direito de responder às acusações em liberdade, já que o atacante não possui antecedentes criminais, o que segundo ela, não atrapalharia nas investigações.

O comunicado também esclarece o suposto caso de violência sexual que Robinho foi acusado, quando morava na Inglaterra e atuava pelo Manchester City. Segundo a nota, na época, Robinho foi alvo de acusações mentirosas e a investigação da polícia local comprovou a sua inocência.

O jogador afirma que apesar de estar revoltado com os boatos, está bem amparado pela família e pelas pessoas que torcem por ele.

Por BK2