Humildes Notícias - O site de notícias de Humildes - Bahia

HOME         POLÍTICA          ESPORTE         POLÍCIA         TRÂNSITO         RELIGIÃO         CULTURA E LAZER         EDUCAÇÃO         EMPREGO


30/08
às 03:33
AgNews

William Bonner e Fátima Bernardes anunciaram o fim do casamento de 26 anos na noite desta segunda-feira (29). O anúncio foi feito pelos próprios jornalistas em suas contas pessoais no Twitter. Em apenas 20 minutos, a postagem de Bonner recebeu mais de 6 mil curtidas.

"Em respeito aos amigos e fãs que conquistamos nos últimos 26 anos, decidimos comunicar que estamos nos separando. Continuamos amigos, admiradores do trabalho um do outro e pais orgulhosos de três jovens incríveis. É tudo o que temos a declarar sobre o assunto. Agradecemos a compreensão, o carinho e o respeito de sempre. Fátima e William", dizia o texto do apresentador do Jornal Nacional. Fátima também usou as redes sociais para publicar a mesma mensagem

No início do ano, a colunista Fabíola Reipert já tinha anunciado uma crise no casamento dos dois. Os fãs lamentaram a separação.

Os jornalistas se conheceram nos bastidores do 'Jornal da Globo'. O casamento aconteceu meses depois, em 1990. Em 21 de outubro de 1997, Fátima deu à luz aos filhos trigêmeos. Eles trabalharam juntos até 2011 e dividiram a bancada do 'Jornal Nacional'. Em 5 de dezembro de 2011, a jornalista passou a comandar o próprio programa, o 'Encontro com Fátima Bernardes', que vai ao ar nas manhãs da Globo.

Por Correio

 

30/08
às 03:28

Mais de um milhão de trabalhadores com direito ao abono salarial do Programa de Integração Social (PIS) e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), ano-base 2014, ainda não sacou o benefício, que equivale a um salário mínimo (R$ 880) e corre o risco de perder esse dinheiro. O prazo para o saque termina na próxima quarta-feira, dia 31. Depois dessa data, informou o Ministério do Trabalho, o valor retornará para o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), e não estará mais disponível para saque nas agências bancárias.

Têm direito ao Abono Salarial ano-base 2014 quem trabalhou por pelo menos 30 dias com carteira assinada e teve salário médio de até dois salários mínimos naquele ano. Além disso, era preciso estar inscrito no PIS/Pasep há no mínimo cinco anos e ter tido o nome informado pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), informou o Ministério do Trabalho.

O saque pode ser feito em qualquer agência da Caixa (para o caso do PIS) ou do Banco do Brasil (no caso do Pasep). Servidores públicos que se aposentaram depois de 2014 e cargos comissionados em instituições públicas devem verificar se têm direito ao Abono Salarial. O governo recomenda que as pessoas não deixem para o último dia e alerta que o prazo, que se encerra na próxima quarta-feira, não será prorrogado novamente.

Como saber se tem direito

No site do Ministério do Trabalho é possível pesquisar o nome dos trabalhadores com direito ao benefício que até a última quinta-feira (25) ainda não haviam feito o saque. Para realizar a consulta é preciso clicar no banner Abono Salarial, localizado na parte superior da tela. Para avançar na pesquisa, basta localizar seu estado e seu município, e procurar pelo seu nome, que constará em uma lista em ordem alfabética. No site do abono salarial há uma ferramenta online para os trabalhadores checarem se têm direito ao abono.

Outra opção é o Alô Trabalho, no telefone 158, que é um canal gratuito de comunicação do Ministério do Trabalho com o trabalhador. São aceitas ligações de telefone fixo de todo o país, e os atendentes estão preparados para dar informações sobre o Abono Salarial. Além desses canais, o interessado deve procurar a Caixa Econômica Federal e fornecer informações sobre o PIS pelo telefone 0800-726 02 07. No caso do Pasep, a ligação deverá ser feita para o Banco do Brasil no telefone 0800-729 00 01, informou o Ministério do Trabalho.

Por Agência Brasil

 

30/08
às 03:26
Agência Brasil

Em sua última fala durante a sabatina do processo do impeachment no Senado, a presidenta afastada Dilma Rousseff pediu para que os senadores votem com “consciência”. Dilma voltou a afirmar que não cometeu crime de responsabilidade e que, caso venha a perder o cargo, o país terá uma ferida “difícil de ser curada”. A sessão, encerrada um pouco antes da meia-noite, será retomada nesta terça-feira (30), às 10h.

“Não é possível supor que quando se faz exceções e se tira um presidente eleito, sem crime de responsabilidade, este ferimento será muito dificil de ser curado. Por isso eu peço aos senhores e senhoras senadores que tenham consciência na hora de avaliar esse processo”, disse.

Dilma falou, após o seu advogado de defesa, José Eduardo Cadorzo, que abdicou de fazer questionamentos à presidenta que começou agradecendo a atenção dispensada pelos senadores e dizendo que a disputa política é normal, mas que o processo de impeachment não faz bem para o processo democrático brasileiro. “Tentar inventar crimes de responsabilidade onde não existe e tentar transformar o Orçamento, a execução do gasto público em um espaço de disputa ideológica que não tem consequência para o bem do país, acredito que temos maturidade suficiente para superar esse processo que não faz bem para o país”, disse.

A acusação diz que ela cometeu crime de responsabilidade ao editar três decretos de suplementação orçamentária sem autorização do Congresso e no atraso do pagamento de repasses do Banco do Brasil para programas do agronegócio e da agricultura familiar oriundos do Plano Safra, as chamadas pedalas fiscais.

Por Agência Brasil

 

29/08
às 11:55
 
A 41ª edição da Exposição Agropecuária de Feira de Santana – Expofeira 2016 vai homenagear as vocações socioeconômicas dos oito distritos do município. A iniciativa é inédita. O evento acontecerá entre os dias 04 e 11 de setembro, no Parque de Exposição João Martins da Silva. A organização espera atrair cerca de 300 mil pessoas.
 
As homenagens aos distritos de Bonfim de Feira, Humildes, Ipuaçu (João Durval), Jaguara, Jaíba, Maria Quitéria, Matinha e Tiquaruçu estão expostas em coloridos painéis pintados em um dos lados de galpões do espaço. No painel que homenageia a Matinha, por exemplo, foi reproduzida na parede de um dos galpões cenas cotidianas, como o samba de roda, reconhecida manifestação cultural do local, entre outras atividades.
 
"É uma forma de reconhecer o potencial de cada um deles através da arte dos grafiteiros. A Expofeira só existe graças aos distritos. Portanto, uma homenagem mais do que justa" afirmou o secretário municipal de Agricultura, Joedilson Machado.
Por De Olho na Cidade

 

29/08
às 08:11
A presidenta afastada Dilma Rousseff vai hoje (29) ao Senado se defender das acusações de ter cometido crime
 
A presidenta afastada Dilma Rousseff vai hoje (29) ao Senado se defender das acusações de ter cometido crime de responsabilidade em 2015. Ela responde ao processo de impeachment, sob a alegação de ter editado em 2015 decretos de crédito suplementar sem autorização do Congresso e também de usar dinheiro de bancos federais em programas do Tesouro [as chamadas pedaladas fiscais]. A petista foi afastada da presidência da República pelo Senado há mais de 100 dias.
 
Na última semana, o Senado ouviu os depoimentos das testemunhas de defesa e de acusação na quinta (25), sexta (26) e sábado (27). Dilma começa a falar às 9h. Inicialmente, terá 30 minutos para a apresentação, mas esse tempo poderá ser prorrogado por mais 30 minutos. A critério do presidente do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, que comanda o julgamento do impeachment, a presidenta afastada poderá ter mais tempo na fase inicial.
 
Depois da fala de Dilma, terão início os questionamentos dos senadores. Cada parlamentar terá até cinco minutos para fazer perguntas. O tempo de resposta de Dilma é livre e não será permitida réplica e tréplica. Dilma também poderá deixar de responder às indagações dos parlamentares.  Mais da metade dos 81 senadores já se inscreveram para questionar Dilma Rousseff.
 
O depoimento de Dilma será acompanhado no plenário por cerca de 30 convidados dela. Entre eles estão o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o presidente do PT, Rui Falcão, do PDT, Carlos Lupi, vários ex-ministros do governo, além de assessores e outras pessoas próximas. O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), colocou à disposição da acusação de Dilma o mesmo número de cadeiras que disponibilizou para a petista.
 
A expectativa é de que a o depoimento dure todo o dia e se estenda até parte da noite. Os senadores que apoiam o impeachmentgarantem que não haverá enfrentamentos, mas que irão fazer todos os questionamentos. Eles entendem que o comparecimento da presidenta afastada ao plenário não mudará os votos dos senadores.
 
Por Agência Brasil

 

27/08
às 03:14
A divulgação da primeira pesquisa eleitoral para prefeito em Feira de Santana realizada pelo Instituto TecnoDados LTDA, que foi encomendada pelo jornal Folha do Estado, está suspensa temporariamente. O resultado seria publicado na edição impressa do jornal nesta sexta-feira (26).
 
A suspensão se deve ao fato da pesquisa de intenções de voto não constar o nome de todos os candidatos com registro de candaditura no Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) – a coleta de dados já havia sido iniciada, mas o candidato Leonardo Pedreira (PCO) teve candidatura homologada somente no último sábado (20), prazo final estipulado pela Justiça Eleitoral. O Conselho Editorial do Folha entendeu que o resultado seria comprometido com a ausência dele e decidiu por bem suspender.
 
A nova data que será feita a pesquisa e posterior publicação ainda não foi definida.
Por De Olho na Cidade

 

27/08
às 03:10
Secom

 A XLI Exposição Agropecuária de Feira de Santana, que acontecerá entre os dias 04 e 11 de setembro, contará com várias atrações musicais de qualidade durante os oito dias de evento. A Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer revelou a lista com algumas das principais bandas e cantores que animarão o público. Uma das novidades da grade este ano é o cantor Alcymar Monteiro, que se fará show no último dia do evento. 

 
No dia da abertura do evento, 04 de setembro, a principal atração será a banda Cavaleiros do Forró. A cantora Joelma Calypso promete atrair um grande público ao Parque de Exposição no dia 06. No dia 7 de setembro, feriado nacional da Independência do Brasil, animação será ao ritmo do autêntico forró de Adelmário Coelho. 
 
Já no dia 08 o Parque de Exposição será animado ao som do sertanejo universitário da banda Seu Maxixe. No dia 10 a banda Arreio de Ouro levará toda a sua mistura de vaqueirama e forró de vaquejada para o palco principal. No último dia do evento o público da Expofeira vai apreciar o show de um dos grandes ícones da música nordestina, Alcymar Monteiro. O cantor cearense é considerado uma das principais referências do forró tradicional. 
 
Outras grandes atrações regionais também estão confirmadas, como Cacau com Leite, Caciques do Nordeste, Filomena Bagaceira, dentre outras. Entre as atrações locais animarão a festa nomes como: Djalma Ferreira, Marcia Porto, Mazinho Venturiny e Paulo Bindá. A tarde gospel, que geralmente acontece na tarde do último sábado, contará com shows de Lázaro e Kleber Lucas. A grade completa com toda a programação será divulgada nos próximos dias. 
Por Secom

 

27/08
às 03:04
Conseguir um emprego tem se tornado cada vez mais difícil, porém, para os jovens que estão começando, aprender uma função pode ser mais fácil do que parece. Até o próximo dia 28, 1.134 vagas para menor aprendiz estão abertas na Bahia. As inscrições são feitas pela internet, no site. O programa de jovem aprendiz tem o objetivo de inserir estudantes no mercado de trabalho e de estimular as empresas a oferecerem vagas remuneradas com baixa carga horária para jovens entre 14 e 24 anos.
 
“Por meio do programa, os jovens podem se tornar um funcionário da empresa. No tempo da experiência, a organização consegue desenvolver esse profissional. E se a empresa fizer um trabalho diferenciado, ele pode ser um futuro líder”, afirma Lélian Garrido, coordenadora geral dos grupos de práticas de gestão de pessoas da Associação Brasileira de Recursos Humanos, seção Bahia (ABRH-BA).
 
O Jovem Aprendiz é um programa do governo federal que aceita jovens que estejam cursando os ensinos fundamental, médio ou cursos técnicos, a depender do perfil desejado pelo empregador. O programa pode durar até dois anos e a carga horária do curso preparatório deve ser equivalente ao período de prática na empresa.
 
Aprendizado
 
São diversas as empresas que contratam  por esse regime. Jovem aprendiz do setor financeiro do Shopping da Bahia há um ano e 8 meses, Anaize Carvalho conta que a vivência prática e o contato com os profissionais da área são pontos fortes do programa.
 
Quando resolveu se tornar uma aprendiz, ela estava prestes a se formar e, até então, não havia desempenhado nenhuma função de carteira assinada. Foi exatamente para adquirir experiência que ela se inscreveu na seleção.
 
“Eu queria me tornar uma profissional mais completa. Hoje sei que, onde quer que eu trabalhe no futuro, vou levar virtudes que aprendi aqui como a boa conduta no trabalho e a ética”, diz.
 
Preparação
 
A contratação do aprendiz pode ser efetivada pela empresa onde será realizada a aprendizagem ou por escolas técnicas de educação. Independente disso, é obrigatório realizar aulas teóricas.
 
No Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial), que está com as inscrições abertas para 1.134 vagas até o dia 28, os alunos realizam aulas e, depois disso, são encaminhados ou selecionados pelas empresas em que vão trabalhar. “A  formação teórica e a etapa prática são imprescindíveis e devem ser equivalentes em carga horária”, explica Patrícia Evangelista, gerente de Educação Profissional do Senai na Bahia.
 
Já no Senac (Serviço Nacional de Apredizagem do Comércio), os jovens são encaminhados para os centros de formação pelas empresas, após terem sido selecionados. “Ofertamos cursos que atendem empresas de bens, comércio, serviços e turismo. Alguns jovens gostam tanto da função que se formam na área.  É gratificante, porque você acaba plantando neles a semente do estudo e do trabalho”, diz Carla Spinola, gerente de educação profissional do Senac-BA.
 
Segundo o Ministério do Trabalho, toda empresa com mais de 7 empregados deve ter um aprendiz. A remuneração tem como base  o salário mínimo hora. Ainda assim, o contratante pode estipular qualquer valor de salário acima desse mínimo. 
 
Por Ibahia

 

27/08
às 02:54
a
Pelo sexto mês seguido, a bandeira tarifária que será aplicada nas contas de luz em setembro será verde, o que significa que não haverá nenhum valor adicional a ser pago pelos consumidores brasileiros. Ao definir a continuidade da bandeira verde, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) considerou o resultado positivo do período úmido e o aumento de energia disponível, com redução de demanda e a adição de novas usinas ao sistema elétrico brasileiro.
 
Havia uma expectativa no setor elétrico de que a bandeira pudesse passar para amarela no mês de setembro, principalmente porque o nível dos reservatórios das hidrelétricas das regiões Norte e Nordeste estão baixos para esta época do ano. Quando há pouca água nos reservatórios, é preciso acionar as termelétricas para garantir o suprimento de energia, o que encarece o custo da energia. De acordo com o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), o nível dos reservatórios no Nordeste está em 20% de sua capacidade máxima e, no Norte, o nível está em 48,4%.
 
O sistema de bandeiras tarifárias foi adotado em janeiro de 2015, como forma de recompor os gastos extras das distribuidoras de energia com a compra de energia de usinas termelétricas. A cor da bandeira que é impressa na conta de luz (vermelha, amarela ou verde) indica o custo da energia elétrica, em função das condições de geração de eletricidade.
 
Desde o início da vigência do sistema, até fevereiro de 2016, abandeira se manteve vermelha, primeiramente com cobrança de R$ 4,50 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos e, posteriormente, com a bandeira vermelha patamar 1, que significa acréscimo de R$ 3,00 a cada 100 kWh. Em março deste ano, a bandeira passou para amarela (com taxa de R$ 1,50 a cada 100 kWh) e, desde abril deste ano, a bandeira está verde.
 
Segundo a Aneel, a bandeira tarifária não é um custo extra na conta de luz, mas uma forma diferente de cobrar um valor que já era incluído na conta de energia, por meio do reajuste tarifário anual das distribuidoras. A agência considera que a bandeira torna a conta de luz mais transparente e o consumidor tem a melhor informação para usar a energia elétrica de forma mais consciente.
Por Agência Brasil

 

27/08
às 02:47
Agência Brasil

O segundo dia do julgamento também foi marcado por bate-boca e acusações entre senasdores favoráveis e contrários ao impeachment da presidenta afastada Dilma Rousseff, principalmente no período da manhã. À tarde, os atritos foram mais raros e pontuais e a sessão se concentrou nos depoimentos das testemunhas da defesa.

 
O primeiro bate-boca começou quando o senador petista Lindbergh Farias (RJ) pediu a palavra e disparou contra o senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) que lhe antecedeceu. "Esse senador que me antecedeu é um desqualificado. O que fez com senadora Gleisi é de covardia impressionante, dizer que tentou aliciar testemunha", disse o petista.
 
Em seguida foi a vez do presidente do senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). O peemedebista começou pedindo para que os senadores reduzam as questões de ordem repetidas, mas esquentou o clima ao lembrar da declaração de ontem, feita pela senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) que provocou o primeiro grande tumulto do dia. “Esta sessão é uma demonstração de que a burrice é infinita. A senadora Gleisi chegou ao cúmulo de dizer que o Senado não tem condição moral de julgar a presidente”, disse o presidente.
 
Esquentando ainda mais o ambiente e provocando a reação imediata de petistas, Renan lembrou que Gleisi e o marido, o ex-ministro das Comunicações do governo Dilma, Paulo Bernardo, foram indiciados por corrupção passiva na Operação Lava Jato e disse ter intercedido a favor deles. Os dois são acusados de receber propina de contratos oriundos da Petrobras.
 
"Como uma senadora pode fazer uma declaração dessa? Exatamente, sr. Presidente, uma senadora que, há 30 dias, o presidente do Senado Federal conseguiu, no Supremo Tribunal Federal, desfazer o seu indiciamento e do seu esposo", disse Renan.
 
Gleisi foi em direção a Renan afirmando ser mentira, apoiada pelo senador Lindbergh que gritava "baixaria" e que acabou sendo empurrado por Renan.
Por Agência Brasil

 


PAES, BISCOITOS, SALGADOS, CONFEITARIAS E MUITO MAIS, ENTREGA PARA EVENTOS E ANIVERSÁRIO. Av. Getúlio Vargas, 927 fone (75)2101-9920 Feira de Santana BA.