Humildes Notícias - O site de notícias de Humildes - Bahia

HOME         POLÍTICA          ESPORTE         POLÍCIA         TRÂNSITO         RELIGIÃO         CULTURA E LAZER         EDUCAÇÃO         EMPREGO


13/07
às 02:26

A Segunda Instância da Justiça Federal em Brasília concedeu hoje (12) prisão domiciliar ao ex-ministro Geddel Vieira Lima, preso preventivamente desde o dia 3 de julho. A decisão foi proferida pelo desembargador Ney Bello, motivada por um pedido de liberdade feito pela defesa de Geddel.

O ex-ministro foi preso por determinação do juiz Vallisney Oliveira, da 10ª Vara Federal, no Distrito Federal, sob a acusação de tentar obstruir as investigações de supostas irregularidades na liberação de recursos da Caixa Econômica Federal.

Geddel está preso preventivamente na Penitenciária da Papuda, no Distrito Federal. Após a prisão, a defesa do ex-ministro definiu como “absolutamente desnecessário” o decreto de prisão preventiva do político. O advogado Gamil Föppel disse que há “ausência de relevantes informações” para basear a decisão e definiu como “erro” da Justiça Federal a autorização para a prisão de Geddel.

Por Agência Brasil

 

12/07
às 03:47

A superintendência municipal de Trânsito de Feira de Santana vai realizar um processo licitatório para terceirizar o pátio municipal de veículos apreendidos. Em média, 200 carros e motos ocupam atualmente o local, de acordo com informações do superintendente Mauricio Carvalho.

Ainda não existe um prazo definido de quando será lançado o edital de licitação.  Mauricio explica que com a terceirização do serviço, a SMT poderá voltar às atenções apenas para o trânsito e assim oferecer um melhor serviço para os feirenses.

Na cidade, a SMT realiza o reboque de veículos encontrados em infrações como fila dupla, parada ou estacionamento em local proibido. O serviço de guincho custa R$ 130,00 e a diária R$ 15,00.

“Nos municípios onde o trânsito é municipalizado existe uma tendência de fazer essa concessão, como já ocorre em Salvador e demais grandes cidades do país”, disse Mauricio. Questionado sobre uma previsão de quanto o município poderá arrecadar com a concessão, o superintendente não soube precisar valores. 

Por De Olho na Cidade

 

12/07
às 03:44

Um homem que atuava no transporte clandestino de passageiros em Feira de Santana - fazia linha da região do Hospital Geral Clériston Andrade - foi detido e levado a uma delegacia nesta terça-feira, 11. Ezequiel Moreira Lima é acusado de assassinato e roubo.

Uma denúncia anônima levou à prisão de Ezequiel, ou "Buiú", como é conhecido. Responde a três processos criminais: um por assassinato no município de Santa Bárbara e outros dois por roubo em Feira de Santana. Ele foi encaminhado à delegacia, onde está á disposição da Justiça.

A prisão foi feita pela Polícia Militar, acionada pela fiscalização da Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT). Suspeita-se que o veiculo apreendido com ele seja clonado - carro com números da placa e dos chassis adulterados.

Ele também é suspeito de participar da ação criminosa que resultou no atentado a tiros contra fiscais da SMTT, no Conjunto Viveiros, mês passado. Na ocasião um veículo da fiscalização foi incendiado e completamente destruído.

ALERTA 

Saulo Pereira Figueiredo, secretário municipal de Transportes e Trânsito, diz que o serviço clandestino de condução de passageiros é "um sistema muito assediado pela criminalidade". Daí a importância da população compreender o risco de utilizar esse meio ilegal.

“Assim como esse fato, vários outros casos estão sendo trabalhados pelos órgãos de segurança no sentido de resguardar a população. Serve de alerta para quem utiliza esse tipo de transporte irregular”, destaca.

O motorista do transporte clandestino que é pego em flagrante responde a processo administrativo municipal. Na primeira apreensão do veículo a multa estabelecida é de R$ 2.000 mil. Em caso de segunda apreensão o valor passa para R$ 2.500, mais 30 dias de retenção do automóvel, e em uma terceira vez a multa é de R$ 3.500, com 60 dias de apreensão.

Por De Olho na Cidade

 

12/07
às 03:43

O pastor João Alves Filho, de 53 anos, foi preso na manhã desta terça-feira (11), acusado de envolvimento na comercialização ilegal de terrenos no bairro Olhos D'Água, em Feira de Santana. 

Policiais civis, comandados pelo delegado João Rodrigo Uzzum, cumpriram o mandato de prisão, expedido pelo juiz Júlio Gonçalves da Silva Júnior, para o pastor e outras três pessoas. Com João Alves também foi apreendidos computadores e documentos que serão periciados. 

De acordo com Uzzum, “existem indícios suficientes da participação do pastor nesse sistema de venda ilegal de lotes e em decorrência disso e da possibilidade de atrapalhar as investigações, a justiça achou por bem decretar a prisão dele. Aconselhamos às pessoas que estejam em processo de compra, que suspendam a atividade, tendo em vista a possibilidade de estarem sendo lesadas”.

Por De Olho na Cidade

 

12/07
às 03:40

O mistério envolvendo o desaparecimento de um bebê está movimentando a cidade de Ilhéus, no Sul da Bahia. A história começou no dia 24 de junho, quando a jovem Cleidiane Silva dos Santos, 22 anos, procurou a Maternidade Santa Helena para dar à luz aos filhos gêmeos, mas foi informada, horas depois do parto, que havia nascido apenas uma criança.

Segundo a delegada da 7ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin/ Ilhéus), Andréa Oliveira, a mãe da criança contou que fez um exame médico cerca de 20 dias antes do parto e que o documento atestava que a gravidez era de dois meninos. 

"Ela contou que fez uma ressonância alguns dias antes do parto que afirmou a gravidez de gêmeos e contou que pouco antes do parto uma enfermeira a examinou e disse que os dois bebês estavam bem. Ela passou mal durante a cesariana e ficou algumas horas desacordada. No dia seguinte foi informada de que havia apenas uma criança", contou a delegada.

Cleidiane permaneceu dez dias internada por conta das complicações no parto, mas não acredita que tenha dado a luz a apenas um bebê, por isso, quando deixou o hospital procurou a delegacia para registrar a ocorrência. Ela e o outro bebê passam bem. A polícia está investigando o caso. 

Nesta terça-feira (11), foram emitidas intimações para os dois médicos: o que fez a ressonância e atestou a gravidez de gêmeos, e o que fez o parto. A delegada estima que eles serão ouvidos até a próxima segunda-feira (17). 

O CORREIO ainda não conseguiu contato com os representantes do hospital. À TV Bahia, o diretor técnico Carlos Lira afirmou que só uma criança nasceu. "Constou no diagnóstico pré-cesariana de gestão gemelar, qual a surpresa quando ele abre e só tinha um feto. Esse fato foi presenciado pela neonatologista, que assistiu à criança no momento do parto, confirmando que só tinha uma criança só e foi informado, segundo a pediatra, à própria paciente", afirmou.

 

Por Correio

 

12/07
às 03:36
Agência Brasil

Após aprovar o texto principal, em uma sessão marcada por confusões e protestos, os senadores concluíram há pouco a votação da reforma trabalhista. Enviado pelo governo e aprovado no Senado da mesma forma como veio da Câmara dos Deputados, o projeto de lei segue agora para sanção do presidente Michel Temer.

A proposta altera mais de 100 pontos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), permitindo mudanças como a prevalência do acordado entre patrões e empregados sobre o legislado nas negociações trabalhistas. A sessão chegou a ser iniciada às 11h de hoje (11), mas as senadoras da oposição ocuparam a Mesa do Senado e impediram que o presidente da Casa, Eunício Oliveira, conduzisse os trabalhos, que foram retomados apenas no início da noite.

Por mais de sete horas, as parlamentares permaneceram no Plenário, mesmo com as luzes apagadas. Com críticas ao mérito da reforma e ao modo como ela seria apreciada, as senadoras da oposição rejeitaram por diversas vezes sugestões de acordo para que a votação fosse retomada.

De acordo com o senador Jorge Viana (PT-AC), as parlamentares tomaram uma atitude política e criticou o fato de o Senado não ter feito qualquer alteração para melhorar a proposta vinda da Câmara, abrindo mão do papel de casa revisora.

Após uma série de bate-bocas e tentativas de negociações, o presidente do Senado voltou ao Plenário no início da noite e, com um microfone sem fio, anunciou que retomaria o comando da sessão de qualquer jeito. Com duras críticas à posição das senadoras, Eunício Oliveira disse que sempre buscou cumprir os acordos, garantindo inclusive discussões da matéria para além das previsões regimentais. “Nem a ditadura militar ousou ocupar a Mesa do Congresso Nacional. Isso não existe no regime democrático”, reclamou.

Destaques

Com 50 votos favoráveis, 26 contrários e uma abstenção, o texto-base do projeto de lei foi aprovado por volta das 19h50, mas os senadores continuaram a discussão por mais duas horas e trinta minutos, enquanto analisavam três destaques que buscavam alterar pontos específicos do projeto. As sugestões buscavam excluir da reforma mudanças como a regulamentação do trabalho intermitente e a obrigação de que mulheres grávidas e lactantes apresentem atestado médico para que sejam afastadas de atividades insalubres.

Um dos destaques buscava derrubar a possibilidade do trabalho intermitente, que prevê a possibilidade de o empregador contratar e remunerar os trabalhadores apenas durante o tempo da prestação de serviços, excluindo períodos de inatividade. Outra proposta de mudança, também rejeitada pela maioria dos senadores, visava a manter a legislação trabalhista acima das convenções e acordos coletivos de trabalho.

Vetos

Para que a proposta não voltasse a ser analisada pela Câmara dos Deputados, os senadores governistas não aceitaram nenhuma mudança de mérito no texto e rejeitaram também as emendas apresentadas de modo individual. No entanto, como resposta aos pontos polêmicos da proposta, há um compromisso do presidente Michel Temer de vetar seis pontos da reforma. A ideia é aperfeiçoar esses pontos para que eles sejam reapresentados via medida provisória ou projeto de lei.

Um desses pontos é o que aborda o tratamento da gestante e do lactante em ambiente insalubre. O texto prevê que a trabalhadora gestante deverá ser afastada automaticamente, durante toda a gestação, apenas das atividades consideradas insalubres em grau máximo. Para atividades insalubres de graus médio ou mínimo, a trabalhadora só será afastada a pedido médico.

Em relação ao trabalho intermitente, o relator recomenda veto aos dispositivos que regulamentam a prática. Neste tipo de trabalho, são alternados períodos de prestação de serviços e de inatividade, determinados em horas, dias ou meses, independentemente do tipo de atividade do empregado e do empregador. Segundo os relatores da matéria, o melhor seria regulamentar por medida provisória, estabelecendo os setores em que a modalidade pode ocorrer.

Mudanças

A proposta de reforma trabalhista prevê, além da supremacia do negociado sobre o legislado, o fim da assistência obrigatória do sindicato na extinção e na homologação do contrato de trabalho. Além disso, acaba com a contribuição sindical obrigatória de um dia de salário dos trabalhadores. Há também mudanças nas férias, que poderão ser parceladas em até três vezes no ano,  além de novas regras para o trabalho remoto, também conhecido como home office. Para o patrão que não registrar o empregado, a multa foi elevada e pode chegar a R$ 3 mil. Atualmente, a multa é de um salário-mínimo regional.

Por Agência Brasil

 

12/07
às 03:31

Se tem uma coisa que ninguém pode cortar das despesas é o tal do supermercado, não é mesmo? Independente do preço dos alimentos, a verdade é que temos que dar um jeito de cortar em outras áreas da vida para as compras de alimentos continuarem cabendo no orçamento.

No entanto, o que pouca gente sabe é que até mesmo no supermercado dá para economizar e sair comprando mais coisas, mesmo pagando menos. Como? É isso que você vai aprender na matéria de hoje. 

Como você vai ver hoje, existem segredos e truques muito bons para manter o foco nas compras essenciais e evitar os supérfluos, por mais difícil que isso pareça. Aliás, se você for pensar, são exatamente os “extras”, que não estão em sua lista de compras, que deixam a despesa com o supermercado sempre mais cara. 

O problema é que a maioria das pessoas não sabe se planejar na hora das compras e não têm nem ideia que até a ordem que se compra as coisas pode influenciar na conta final. Inclusive, um dos conselhos mais úteis na hora de ir ao supermercado é nunca levar as crianças já que elas pedem muito e se cansam rápido daquilo tudo.

Mas as dicas estão longe de terminarem aí. Por isso, fizemos uma seleção esperta, com truques preciosos para comprar tudo que precisa e ainda economizar. Quer ver? 

Confira 12 segredos para gastar menos no supermercado:

1. Vá direto ao que é essencial: arroz, feijão, hortifruti. 

Dessa forma, quando você for às sessões das “besteiras”, já vai estar cansado e vai querer ir embora rápido.

2. Aprenda a escolher frutas e vegetais. 

Escolha frutas e vegetais sem manchas, feridas, brotamentos ou rachaduras. Isso indica que eles vão perder mais rápido e estão mais expostos a contaminações. Além disso, vegetais e frutas menores foram menos expostos a agrotóxicos!

3. Compre menos, economize mais 

Comprar itens naturais, como frutas e verduras, em grandes quantidades pode significar desperdício. Esses são produtos que perdem rápido, então compre em quantidades menores. O ideal é comprar novas frutas e vegetais todas as semanas.

4. Jamais vá ao supermercado com fome. 

Você nunca vai conseguir ser objetivo se estiver comprando comida com fome. A tendência é que você gaste mais, especialmente com supérfluos e lanchinhos, e se esqueça das coisas realmente importantes.

5. Tenha a lista no celular

Quantas vezes você já esqueceu ou perdeu a lista de papel? Para evitar isso, tenha a lista de compras no celular, seja no email ou no bloco de notas. Ela funciona como um plano de compras e ajuda você a não se desviar do que realmente precisa ser comprado. 

6. Os produtos mais caros estão à altura dos olhos 

Se você ter uma olhada geral na prateleira, evitando a linha na altura dos olhos de adultos e crianças, vai encontrar produtos mais em conta e, assim vai conseguir gastar menos no supermercado. 

7. Não deixe promoções aleatórias fazer sua cabeça

Você realmente precisa daquele refrigerante da promoção? Ou melhor: será que a promoção compensa mesmo? Antes de sair enchendo o carrinho só porque o produto parece barato, certifique-se de que a promoção compensa mesmo, faça comparações e veja se essa inclusão cabe em seu orçamento da compra. 

8. Aproveite as promoções especiais do fim do dia 

Alguns estabelecimentos oferecem alguns produtos mais perecíveis, ideais para o lanche da noite, por exemplo, por um preço mais baixo. Normalmente isso acontece porque eles estão próximos à data de vencimento, mas ainda podem ser consumidos. Panificados, laticínios e embutidos são bons exemplos disso.

9. Verifique a data de validade

A dica de cima acaba puxando essa: não compre nada sem antes consultar a data de validade. Isso evita que você tenha que se livrar de um alimento antes mesmo de pensar em consumi-lo.

10. Programas de fidelidade são uma “mão na roda”

Todo mundo tem preguiça de entrar em programas de fidelidade, mas eles podem ser muito úteis se a intenção é gastar menos no supermercado. Você pode conseguir ótimos descontos, além de juntar pontuações para trocar por outros produtos ou milhas.

11. Não compre nada que você não sabe como vai usar

Se você quer gastar menos no supermercado, compre apenas o que você planeja preparar nos dias seguintes. Se não vai usar um produto em uma receita específica, não compre.

12. Fotografe produtos que estiverem muito baratos

Desconfiou do preço? Fotografe o preço do produto na prateleira. Isso vai ajudar você a confirmar se o preço é mesmo real na hora de passá-lo pelo caixa. Caso seja mais caro, você pode desistir da compra o exigir levar o produto pelo menor preço, já que o supermercado o informou errado.

Por BK2

 

12/07
às 03:27

O gasto com combustíveis em um ano pode variar entre 2.890 e 7.390 reais, segundo um estudo feito pela EXAME.com, com base em dados do ranking de consumo anual de combustíveis do Inmetro.

Para quem acredita que toda economia é válida, confira as dicas para gastar menos combustível. 

1) Uso moderado do ar-condicionado

o ar-condicionado é responsável por cerca de 20% de aumento no consumo de combustível. Medidas como desligar o ar alguns minutos antes de chegar ao destino e estacionar o carro na sombra sempre que possível, para não precisar ligar o ar na maior velocidade, podem ser adotadas para diminuir o uso. 

2) Reduzir o peso do veículo 

Elimine do interior do carro objetos que não são usados no dia a dia. Quanto maior o peso bruto do seu carro, maior será a força necessária para fazê-lo andar e, portanto, maior o gasto de combustível. 

3) Carros mais econômicos

Pode parecer a solução mais óbvia, mas para reduzir significativamente o consumo, a melhor solução é comprar um carro mais econômico. É possível consultar o ranking anual do Inmetro para saber quais são os carro que mais consomem combustível e os que menos consomem.

4) Dirija mais devagar

Quanto maior a velocidade, maior é a resistência do ar. Consequentemente, maior o consumo. Isso se aplica bem a velocidades mais altas. O consumo aumenta 25%, por exemplo, ao dirigir a 140km/h, segundo a Energy Saving Trust, organização que promove o uso de energia sustentável do Reino Unido.

5) Troca de marchas e direção suave 

A troca de marcha deve ser feita nos momentos certos, sem esticar de forma exagerada entre uma e outra, já que essas 'esticadas' contribuem para um maior consumo de combustível.

Outro ponto importante é o pé no acelerador. A aceleração do veículo deve ser feita com suavidade, sem pisar muito no acelerador. 

Um vício comum entre os motoristas é deixar o carro em ponto morto em descidas. O ideal é manter o carro engrenado e não acelerar. O que acontece nessa situação é o corte de combustível ao motor, provocado pelo sistema de injeção, evitando consumo. Já no ponto morto, o motor continua trabalhando em marcha lenta e consumindo combustível. 

6) Calibre os pneus da forma correta

Um pneu calibrado incorretamente tem aumento de atrito com o solo, causando aumento do consumo. Para saber o nível correto de calibragem do seu carro, basta olhar o manual do veículo. 

Por BK2

 

12/07
às 03:22

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) determinou a suspensão da distribuição e da venda, em todo o território nacional, do medicamento genérico para o Omeprazol, um dos medicamentos mais populares para tratamento de doenças no estômago, fabricado pela Eurofarma Laboratórios.

O governo também solcitou que a empresa faça o recolhimento do medicamento genérico Omeprazol 40 mg, pó liofilizado para solução injetável, lote nº 486773A, fabricado em janeiro de 2017 e com validade até dezembro de 2017.

O problema no medicamento foi detectado pelo próprio laboratório, que fez apresentou um pedido de recolhimento voluntário à Anvisa. Segundo a Eurofarma Laboratórios, o medicamentos apresenta "um desvio de qualidade relacionado à rotulagem".

Segundo a resolução número 1.847, da Anvisa, que determinou o recolhimento do produto, o problema é considerado de risco 1, ou seja, nível baixo de risco à saúde em caso de utilização.

Por BK2

 

05/07
às 01:05
Messias Teles

Um paulista de 43 anos foi preso na manhã desta terça-feira (4) acusado de estelionato contra uma mulher, em Feira de Santana. O crime aconteceu na agência da Caixa Econômica Federal, na Avenida Getúlio Vargas.

Segundo a polícia, Alexsandro Silvino de Castilio se passou por funcionário da agência para aplicar o golpe na dona de casa Maria Nivalci Santana da Silva, 47 anos. Ele chegou a sacar a quantia de R$ 666 na conta da vítima que, ao perceber o furto, gritou e foi socorrida por clientes da agência.

Alexsandro foi autuado em flagrante por estelionato e permanece preso à disposição da Justiça no Complexo Policial Investigador Bandeira.

 

Por De Olho na Cidade

 


PAES, BISCOITOS, SALGADOS, CONFEITARIAS E MUITO MAIS, ENTREGA PARA EVENTOS E ANIVERSÁRIO. Av. Getúlio Vargas, 927 fone (75)2101-9920 Feira de Santana BA.