Humildes Notícias - O site de notícias de Humildes - Bahia

HOME         POLÍTICA          ESPORTE         POLÍCIA         TRÂNSITO         RELIGIÃO         CULTURA E LAZER         EDUCAÇÃO         EMPREGO


19/09
às 03:22

Uma empresa que administra duas grandes redes de lojas realiza seleção de emprego, durante o mês de setembro, com 43 vagas na Bahia para vendedores da categoria de móveis.

 De acordo com a empresa, as oportunidades são para profissionais que irão reforçar o time de vendas durante a Black Friday, que acontecerá no dia 24 de novembro. No entanto, de acordo com a empresa, as contratações são em caráter definitivo. 

Os candidatos devem ter experiência com vendas e pós-vendas, não obrigatoriamente na categoria de móveis, além de dominar pacote office básico e ter ensino médio completo. 

Além de salário comissionado, os colaboradores efetivados também terão como benefícios os vales transporte e alimentação, PLR (Participação nos Lucros e Resultados), convênios médico e odontológico, seguro de vida e parcerias educacionais com algumas universidades que garantem descontos nas mensalidades de cursos superiores ou de pós-graduação.

Para participar, os interessados devem acessar o site https://viavarejoviavarejocdt.elancers.net/frames/gpa/viavarejo/viavarejo/frame_geral.asp, clicar em “Cadastre-se” e preencher os campos com os dados pessoais.

 

Por G1 Bahia

 

19/09
às 03:20

A Polícia Federal descobriu fraudes em 14 concursos públicos nacionais aplicados pela Fundação Carlos Chagas. Segundo a Operação Afronta II, que encontrou as irregularidades, 47 candidatos se beneficiaram de escutas eletrônicas no momento de realizar as provas. De acordo com a PF, alguns desse candidatos já foram habilitados e empossados nos cargos para os quais concorreram.

Nesta segunda-feira(18), a PF cumpriu dois mandados de prisão temporária, quatro mandados de condução coercitiva e dez mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça Federal em São Paulo, nas cidades de Campinas (SP) e Maceió. Os demais candidatos foram intimados para prestar esclarecimentos.

Em outubro do ano passado, a PF deflagrou a primeira etapa da operação, em Sorocaba (SP), para apurar uma fraude no concurso público do Tribunal Regional Federal da 3ª Região para os cargos de técnico e analista judiciário.

Na ocasião, foram indiciados nove membros da organização criminosa: o líder do grupo, o técnico responsável pelos equipamentos eletrônicos, quatro pessoas que desviavam as provas, e três que corrigiam as questões desviadas. Foram indiciados ainda doze candidatos que receberam as questões por meio de equipamentos de ponto eletrônico, e duas pessoas que também tiveram participação na fraude, embora não fossem membros da organização.

A Polícia Federal solicitou à Fundação Carlos Chagas informações acerca de outros certames que os indivíduos responsáveis por desviar as provas haviam se inscrito. Pediu ainda que a fundação fornecesse os gabaritos de respostas de todos os candidatos destes concursos suspeitos.

Os gabaritos foram então encaminhados à perícia, que constatou que a fraude havia sido consumada em 14 certames e que 47 candidatos haviam participado do crime. O sistema também encontrou indícios de cópia de respostas entre candidatos, comumente conhecida como “cola”, em outros 24 certames.

Os candidatos serão indiciados pelo crime de fraudes em certames de interesse público, cuja pena varia de um a quatro anos de reclusão, e pelo crime de

associação criminosa, cuja pena varia de um a três anos de reclusão.

A Fundação Carlos Chagas foi procurada pela reportagem, mas ainda não se manifestou.

Por Agencia Brasil

 

19/09
às 03:18

Na manhã desta segunda-feira (18), o governador Rui Costa (PT) inaugurou o viaduto que liga a Avenida Nóide Cerqueira à BR 324 em Feira de Santana. A obra vai ajudar a desafogar o Anel de Contorno de Feira, sendo uma alternativa rápida para quem vai seguir para a capital baiana.

A inauguração contou com a presença de deputados estaduais, federais, vereadores e prefeitos da região.

"A Avenida Nóide Cerqueira foi uma obra que abriu um novo vetor de desenvolvimento e geração de emprego. Isso significa mais construção civil e mais oportunidades para o povo. Esse viaduto, de R$ 12 milhões, completa a grande obra que foi a avenida”, explicou o governador.

Além da inauguração do viaduto, Rui Costa entregou 52 tratores a prefeitos de diversos municípios do interior baiano. A solenidade aconteceu no Parque de Exposições João Martins da Silva, onde Rui também assinou convênios no âmbito do programa Bahia Produtiva para prestação de serviço de captação, beneficiamento e distribuição de leite do Programa PAA Leite.

Outra ação do governador foi a assinatura de convênios de cooperação entre o estado e os municípios da região com a Embasa e Agersa para gestão associada do serviço de abastecimento de água e esgotamento sanitário e apoio da Embasa à elaboração dos planos municipais de saneamento básico. 

Investimentos em saúde

Durante a visita a Feira de Santana, Rui Costa também autorizou a reforma de setores do Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), incluindo a emergência. As intervenções vão criar 160 novos leitos.

“Vamos ampliar o número de leitos, inclusive de UTI’s, e a oferta de cirurgias no HGCA, além de dar mais conforto às mães nos partos que serão feitos no Hospital da Criança [HEC]”, disse Rui Costa, citando que entre as intervenções no HGCA está a transferência do setor materno-infantil para o HEC.

A previsão é que a maternidade do HEC seja inaugurada no próximo mês de outubro.

 
Por De Olho na Cidade

 

19/09
às 03:17

Um arrastão a um ônibus escolar terminou com uma estudante agredida na noite da última sexta-feira (15) na BR-116 Norte, próximo ao distrito da Matinha, em Feira de Santana.

Dois homens armados interceptaram o ônibus de prefixo C-45 na chegada ao distrito, que levava para casa cerca de 20 estudantes do Colégio Estadual Agostinho Fróes da Mota. Todos foram saqueados, inclusive o motorista.

Uma estudante de 22 anos, que preferiu não se identificar, contou em entrevista ao De Olho na Cidade (Sociedade de Feira 970 AM) que além de ter o celular roubado, foi agredida com socos e pontapés pelos bandidos. Depois de roubar os aparelhos, os criminosos fugiram. O caso foi registrado no Plantão Central do Complexo de Delegacias no bairro Sobradinho.

Por De Olho na Cidade

 

19/09
às 03:10

O polêmico gol de Jô marcado com o braço na vitória do Corinthians sobre o Vasco neste domingo (17), ganhou enorme repercussão e fez a CBF tomar uma atitude imediata. Na tarde de segunda (18), o chefe da Comissão Nacional de Arbitragem, coronel Marcos Marinho, anunciou que o Campeonato Brasileiro terá árbitro de vídeo a partir da próxima rodada.

De acordo com Marinho, a decisão partiu diretamente do presidente da entidade, Marco Polo Del Nero. "A decisão foi comunicada pelo presidente a nós, e vamos implementar na rodada do final de semana", disse o chefe da comissão de arbitragem ao GloboEsporte.com.

Nesta terça-feira, uma reunião será realizada na sede da CBF para decidir os detalhes da operação. No encontro, a cúpula do órgão deve discutir também se a tecnologia será usada em outras competições.

Por Correio

 

14/09
às 08:47
 
Com a 'aposentadoria' do coronel Adelmário Evangelista Xavier, que vai para a reserva remunerada da Polícia Militar da Bahia (PM-BA), o Comando de Policiamento da Região Leste (CPRL) terá um novo titular nos próximos dias. A expectativa é que o substituto seja anunciado oficialmente nesta sexta-feira (15).
 
Sem revelar nomes que 'concorrem' à sucessão de Adelmário, o comandante-geral da PM na Bahia, coronel Anselmo Brandão, rasgou elegios para aquele que é considerado favorito para assumir o cargo. 
 
"Reúne todas as condições para esta função!", afirmou Brandão, em entrevista ao De Olho na Cidade (Sociedade de Feira 970), referindo-se ao coronel Luziel Andrade, ex-comandante do 14º Batalhão de Polícia Militar (BPM) de Santo Antônio de Jesus, atualmente lotado em Salvador.
 
Quanto a saída de Adelmário do CPRL, o coronel Anselmo Brandão limitou-se à dizer que "fica triste em perdê-lo neste momento", mas assegurou que o colega de farda "não ficará órfão". 
 
Despedida
 
Em cerimônia marcada por emoção, homenagens e digna de honras militares, amigos e autoridades se despediram do coronel Adelmário Xavier na manhã de ontem (13), na área cívica do 1º Batalhão de Ensino, Instrução e Capacitação (BEIC). Ao menos, 18 coronéis participaram da solenidade, mostrando prestígio de Xavier junto à instituição.
 
Por De Olho na Cidade

 

14/09
às 04:23

A Prefeitura de Feira de Santana vai realizar no dia 30 de outubro, concorrência pública para contratação de empresa para organizar concurso público para a Guarda Municipal e a função de professor – ambos os cargos são efetivos.

A contratação da empresa responsável é o início de todo o processo do concurso, que ainda não tem data definida nem a quantidade de vagas que serão abertas.

A empresa deverá ser especializada na prestação de serviços técnicos para elaborar, diagramar, imprimir, aplicar provas e processar dados, bem como todo e qualquer ato pertinente à organização e realização de concurso público.

O certame vai ocorrer no Salão de Licitações, situado na avenida Sampaio, 344, Centro. Edital no site: www.feiradesantana.ba.gov.br. Informações no Departamento de Licitação e Contratos, mesmo endereço, nos dias úteis, das 9h às 12h e das 14h às 17h. Ou pelos telefones: 75 3602-8345/8319.

Por de Olho na Cidade

 

14/09
às 04:20

A polícia concluiu o inquérito que investigou a morte da cantora Eliza Clívia, 37 anos, ex-vocalista dos Cavaleiros do Forró, e do marido dela, o baterista Sérgio Ramos. Os dois morreram em um acidente no dia 16 de junho deste ano em Aracaju e o caso estava sob cuidados da Delegacia de Delitos de Trânsito.

A delegada Daniela Lima concluiu que a responsabilidade do acidente foi de Clebton José dos Santos, motorista do carro da cantora, que não teria prestado atenção à sinalização da via. Foram usados na investigação depoimentos de sobreviventes e testemunhas, laudo pericial e análise de imagens e do veículo. 

"Podemos concluir com toda a tranquilidade, após exaurir todas as possiblidades de produção de provas através de depoimentos e provas técnicas, que a causa do acidente foi provocada pela entrada do veículo Pálio da via. E concluímos pelo indiciamento do senhor Clebton por homicídio culposo de trânsito e por lesão corporal culposa de trânsito”, diz a delegada ao G1 SE.

O motorista está em Arapiraca, Alagoas, se recuperando de ferimentos causados pelo acidente. Ele foi ouvido na cidade. "Ele não tem memória do choque. Mas tem um relato de momentos antes de que estava utilizando um GPS para se guiar, já que não conhecia a cidade", explica.

O laudo mostra que o ônibus trafegava entre 48 km/h e 62 km/h, enquanto o carro estava a 22 km/h quando invandiu a preferencial. A perícia mostrou que o motorista do ônibus teve pouco mais de um segundo para tempo de reação, o que não seria suficiente para impedir a batida mesmo se ele estivesse no limite de velocidade da via, que é de 30 km/h.

Elizia, que tinha saído em carreira solo, estava em Aracaju para divulgar um show. 

 

Por Correio

 

14/09
às 04:16

O deputado estadual Marcelo Nilo (PSL) disse nesta quarta-feira (13) ter sido surpreendido com a presença da Polícia Federal e de integrantes do Ministério Público Estadual (MPE), na sua casa, no Horto Florestal, para uma operação de busca e apreensão. "Foi uma violência inominável. Foi uma violência contra um parlamentar de 28 anos de vida pública... É inacreditável que nós parlamentares passemos por situações vexatórias, constrangedoras. Nada na vida vai reparar o que eu passei hoje. Perdi meu pai, perdi minha mãe, meu irmão, mas hoje, se me permitem, é o dia mais difícil da minha vida", definiu o parlamentar, durante pronunciamento na Assembleia Legislativa.

A Operação Opinião também investiga mais duas pessoas: um diretor da Embasa e Genro do deputado, Marcelo Dantas Veiga, e um servidor da Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia (Sefaz),  Roberto Pereira Matos, que também é sócio da empresa Bahia Pesquisa e Estatística Ltda (Babesp). 

Segundo ele, o delegado que estava à frente da operação teria informado que a busca era sobre o instituto Bahia, Pesquisa e Estatística (Babesp) e que tinha dois objetivos básicos: confirmar se havia manipulação dos resultados das pesquisas e se o instituto é de propriedade dele.

Em nota, o MPE informou que a Operação Opinião tem o objetivo de cumprir sete mandados de busca e apreensão em endereços de Salvador, dentre os quais na residência do deputado e no seu gabinete na Assembleia Legislativa, no CAB. Os mandados foram expedidos pelo Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE/BA), com base em representação formulada pela Procuradoria Regional Eleitoral na Bahia (PRE/BA), em procedimento que investiga o crime de falsidade eleitoral, previsto no artigo 350 do Código Eleitoral, envolvendo também a empresa Bahia Pesquisa e Estatística Ltda – Babesp.  

Quanto a acusação de manipulação, Nilo destacou que, em  2014, o instituto teria sido o único que apontava a vitória do governador Rui Costa. "Os resultados mostraram e mostram que não existia manipulação. Vossas excelências são testemunhas que muitos que contrataram a Babesp tiveram a confirmação no período eleitoral. A Babesp não é de minha propriedade, nunca foi. Portanto, não sou dono. Fui cliente muitas vezes desse instituto", alegou o deputado.

Nilo argumentou ainda que em 28 anos de vida pública nunca houve uma denúncia contra ele, frisando que foram dez anos na presidência da Assembleia Legislativa e durante esse período nem a imprensa nem o Ministério Público denunciaram desvios de recursos públicos atribuídos a ele. "Nada vai pagar, reparar os danos que causaram à minha pessoa, a minha esposa, a duas filhas que estavam presentes e a minha neta Maria que também dormia em minha residência. Tenho respeito e admiração profunda pela Justiça Eleitoral, mas é inacreditável, é inaceitável que o MPE e a PF entre na casa de um ex-presidente desse poder para fazer uma busca e apreensão para provar que a Babesp é nossa"

De acordo com o deputado, um processo semelhante ao que motivou a operação desta quarta-feira corria na justiça comum, na 1ª Região Federal, e teria sido arquivado após um desembargador ter negado a quebra de sigilo telefônico. "A Justiça Federal arquiva e a Justiça Eleitoral faz um constrangimento desses. Outro processo similar corre na PF e, na última segunda, quando eu tomei conhecimento que estavam ouvindo os diretores, os sócios e ex-sócios da Babesp, me prontifiquei, através dos nossos advogados, que eu queria ser ouvido na PF", informou, acrescentando que já havia solicitado uma audiência com o procurador eleitoral, que teria sido agendada para o próximo dia 20.

Por Correio

 

14/09
às 04:14

O ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho (PR) foi preso nesta quarta-feira (13) quando apresentava o programa que comanda na Rádio Tupi, na capital fluminense. Agentes da Polícia Federal o conduziram para Campos dos Goytacazes, norte fluminense. Antes, ele fará exame de corpo de delito no Instituto Médico-Legal. Depois, seguirá para Campos onde cumprirá prisão domiciliar com o uso de tornozeleira eletrônica.

A nova ordem de prisão é do juiz Ralph Manhães, da 100ª Zona Eleitoral de Campos dos Goytacazes, que o condenou por corrupção eleitoral, associação criminosa, coação de testemunhas e supressão de documentos. De acordo com a decisão, Garotinho foi sentenciado a 9 anos e 11 meses de prisão em regime fechado, mas a condenação precisa ser confirmada em segunda instância para que a reclusão passe a vigorar.

Entretanto, o juiz determinou a prisão domiciliar do ex-governador, argumentando que ele pode continuar ameaçando testemunhas ou destruindo provas. Segundo a decisão, além de usar tornozeleira eletrônica, ele não poderá usar telefones celulares ou acessar a internet. Além disso, Garotinho só poderá ter contato com familiares próximos e advogados.

Recurso

A defesa do ex-governador Anthony Garotinho informou, em nota, que repudia os motivos apresentados para a prisão do ex-governador e entende que a decisão de mantê-lo preso em casa, em Campos, tem a intenção de privá-lo de seu trabalho diário na Rádio Tupi [onde apresenta um programa matinal] e em seus canais digitais e, com isso, evitar que ele ”continue denunciando políticos criminosos importantes, alguns deles que já foram até presos”.

A nota assinada pelo advogado Carlos Azeredo diz ainda que a defesa nega as acusações imputadas a Garotinho e informa que ele nunca foi nem acusado de roubo ou corrupção. “O processo fala de suspeitas infundadas de compra de votos, o que por si só não justifica prisão.”

A defesa afirma ainda que a prisão domiciliar, além de não ter base legal, causa danos à sua família já que o impede de exercer sua profissão de radialista e sustentar sua família. A defesa do ex-governador irá recorrer da decisão”.

 

Por Agência Brasil

 


PAES, BISCOITOS, SALGADOS, CONFEITARIAS E MUITO MAIS, ENTREGA PARA EVENTOS E ANIVERSÁRIO. Av. Getúlio Vargas, 927 fone (75)2101-9920 Feira de Santana BA.