Humildes Notícias - O site de notícias de Humildes - Bahia

HOME         POLÍTICA          ESPORTE         POLÍCIA         TRÂNSITO         RELIGIÃO         CULTURA E LAZER         EDUCAÇÃO         EMPREGO


26/05
às 03:36

A Petrobras reduziu em 5,4% o preço médio da gasolina nas refinarias e em 3,5%, o do diesel. Segundo a companhia, a decisão é resultado da avaliação feita pelo Grupo Executivo de Mercado e Preços (GEMP), acompanhando a política de preços anunciada em outubro do ano passado.

A estatal destacou que, como a legislação brasileira garante liberdade de preços no mercado de combustíveis e derivados, as revisões feitas para as refinarias podem, ou não, se refletir no preço final ao consumidor. “Isso depende de repasses feitos por outros integrantes da cadeia de combustíveis, especialmente distribuidoras e postos revendedores.”

Pelos cálculos da Petrobras, caso o ajuste seja repassado integralmente e não haja alterações nas demais parcelas que compõem o preço ao consumidor final, o custo do diesel para o consumidor final pode cair 2,2%, ou cerca de R$ 0,07 por litro, em média; e o da gasolina, 2,4%, ou R$ 0,09 por litro, em média.

Influências

Conforme a empresa, o aumento significativo nas importações no último mês, contribuiu, predominantemente, para a redução, porque obrigou ajustes de competitividade da Petrobras no mercado interno. A empresa acrescentou que a política seguida tem como princípio a sua participação de mercado, que é também um dos componentes de análise considerado pelo GEMP.

Por Agência Brasil

 

26/05
às 03:34

O presidente Michel Temer gravou um pronunciamento, divulgado no início da noite de hoje (25) nas redes sociais, no qual destaca o trabalho do Congresso Nacional no dia de ontem (24), quando uma grande manifestação tomou conta da Esplanada dos Ministérios e foi também assunto nos plenários da Câmara e do Senado. Temer afirma que “o Brasil não parou e não vai parar” e enumera medidas que foram aprovadas pela base aliada no Congresso.

“O Brasil não parou e não vai parar. Continuamos avançando e votando matérias importantíssimas no Congresso Nacional. As manifestações ocorreram com exageros, mas deputados e senadores continuaram a trabalhar em favor do Brasil e aprovaram número expressivo de medidas provisórias, sete em uma semana”, disse o presidente.

Na tarde de ontem, a manifestação registrou cerca de 45 mil pessoas na Esplanada, de acordo com a Polícia Militar. Houve depredação de prédios públicos e confrontos entre grupos de manifestantes e a polícia, com registro de feridos. As sedes de três ministérios foram incendiadas e, de acordo com a Secretaria de Segurança Pública, houve danos em oito prédios, incluindo a Catedral Metropolitana de Brasília.

Temer exaltou os trabalhos na Câmara, que ocorreram sem a presença da oposição. Deputados da base aprovaram na noite de ontem (24) seis medidas provisórias (MPs) que trancavam a pauta de votações da Casa. Entre os projetos aprovados, Temer citou a Medida Provisória (MP) 759/16, que determina regras para regularização de terras da União ocupadas na Amazônia Legal e disciplina novos procedimentos para regularização fundiária urbana e rural até 2,5 mil hectares. “Há milhões de brasileiros que vivem sem a posse legal de sua casa ou de seu pequeno lote de terreno. Agora isso mudará. O governo vai entregar a escritura para famílias carentes de todo o país”, disse o presidente.

Temer ressaltou ainda a economia de R$ 1 bilhão no que chamou de “pente-fino no auxílio-doença”. A MP 767/17, aprovada ontem, trata da concessão do auxílio-doença, da aposentadoria por invalidez e do salário-maternidade no caso de o segurado perder essa condição junto ao Regime Geral da Previdência Social (RGPS) e retomá-la posteriormente. A proposta aumenta o período de carência para a concessão de tais benefícios. O texto também cria um bônus para os médicos peritos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) com o objetivo de diminuir o número de auxílios concedidos há mais de dois anos sem a revisão legal prevista para esse prazo.

O presidente também lembrou que o Congresso aprovou – ontem na Câmara e hoje no Senado – a MP que permite os saques das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Os saques vêm sendo feitos desde março, mas a MP precisava ser aprovada para dar continuidade ao resgate do benefício.

“Para isso, quero agradecer aos presidentes da Câmara e do Senado e aos parlamentares da base aliada no empenho dessas votações. Meus amigos, o trabalho continua, vai continuar. Temos muito ainda a fazer, e este é o único caminho que meu governo pretende seguir: colocar o Brasil nos trilhos. Portanto, vamos ao trabalho”, concluiu o presidente. O vídeo com o pronunciamento foi disponibilizado na conta de Michel Temer no Facebook.

Por Agência Brasil

 

26/05
às 03:32

Os candidatos que atendem aos critérios, mas tiveram a isenção da taxa do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) negada, na hora da inscrição, terão até o dia 25 de junho para enviar os documentos comprobatórios para o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e, assim, serem dispensados do pagamento de R$ 82.

O Inep divulgou hoje (25) comunicado orientando os participantes. Os candidatos devem enviar os pedidos de isenção com os respectivos comprovantes da situação socioeconômica e de escolaridade. Mais informações podem ser obtidas no 0800 61 61 61. O Inep irá analisar a situação de cada estudante.

As inscrições do Enem 2017 terminaram no último dia 19. Neste ano, as isenções eram concedidas ou não, automaticamente, pelo sistema. Vários candidatos reclamaram, nas redes sociais, que preenchiam os requisitos, mas mesmo assim tiveram o pedido negado. Ao final, o sistema gerava a Guia de Recolhimento da União (GRU) para o pagamento da taxa. O prazo  terminou ontem (24).

Pelas regras do exame, estão isentos os estudantes que estão cursando em escola pública o último período do ensino médio; os participantes membros de família que recebem até três salários mínimos (R$ 2.811) no total ou até meio salário mínimo (R$ 468,50) por pessoa e que, além disso, estejam inscritos no CadÚnico; e, os membros de família com renda por pessoa igual ou menor a um salário mínimo e meio (R$ 1.405,50) e que cursaram todo o ensino médio em escola pública ou como bolsista integral em escola privada.

O preço da inscrição no Enem aumentou este ano. No ano passado, a taxa foi de R$ 68, tendo sido uma das questões mais criticadas pelos estudantes nas redes sociais, desde a divulgação do edital.

O Inep diz que o reajuste é necessário. Atualmente, os pagamentos cobrem cerca de 30% do custo do exame, o restante é pago pela autarquia. No ano passado, por exemplo, o custo, de R$ 91,49 por participante, foi R$ 23,49 acima do valor pago. A autarquia diz que, mesmo com a alta, a inscrição no Enem está abaixo da média dos vestibulares do país, que é R$ 140.

Por Ibahia

 

25/05
às 09:29

 A reitoria da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) suspendeu o processo seletivo para contratar 49 funcionários para exercer funções técnicas de níve

A reitoria da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) suspendeu o processo seletivo para contratar 49 funcionários para exercer funções técnicas de nível médio e superior, em Regime Especial de Direito Administrativo (REDA). A decisão atendeu a recomendação do Ministério Público da Bahia (MP-BA), que pede que a instituição de ensino comprove a necessidade de contratações temporárias e aguarde análise do órgão.
 
O edital do proceso seletivo havia sido divulgado na terça-feira (18) e as inscrições aconteceriam, pela internet, entre 25 de abril e 9 de maio. A contratação seria por duração de 24 meses, podendo ser prorrogada pelo mesmo período, com salários entre R$ 1.289,38 a R$ 2.648,86. A seleção seria por análise curricular e o resultado final estava previsto para ser publicado dia 2 de junho, no Diário Oficial do município.
 
O promotor Tiago Quadros ressaltou na recomendação do MP que, de acordo com a Constituição, a entrada no serviço público deve ocorrer por concurso e que as exceções precisam ser sempre comprovadas.
 
O Sindicato dos Trabalhadores em Educação do 3° Grau do Estado da Bahia (Sintest-Uefs), que apresentou denúncia no MP, alega que as contratações são para cargos da estrutura da universidade, que deveriam ter contratação permanente e por meio de concurso público.
 
Em nota divulgada em seu site oficial, a Uefs informou que a reitoria da instituição "se vê obrigada a informar a suspensão do Processo Seletivo Simplificado nº 001/2017, enquanto toma todas as providências junto ao citado Ministério Público". Ainda não há um prazo para retomada do processo seletivo.
 
Por De Olho na Cidade

 

25/05
às 09:22

 

O pedido formal de impeachment contra o presidente Michel Temer (PMDB) vai ser protocolado pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) na Câmara dos Deputados, nesta quinta-feira (25). É o 17º documento que defende a saída do peemedebista do governo. A informação foi divulgada pelo presidente da Ordem, Claudio Lamachia. 
 
Vinte e quatro estados e o Distrito Federal aprovaram o pedido. A Ordem diz ter encontrado crime de responsabilidade em dois trechos do áudio de Temer, divulgado pelo empresário Joesley Batista, proprietário da JBS. 
 
A partir do protocolo, a abertura ou não do processo fica a critério do presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Vale lembrar que o democrata deixou claro que não vai tomar decisões "da noite para o dia" e pediu paciência.
 
Por De Olho na Cidade

 

25/05
às 09:17
O presidente do Partido Humanista da Solidariedade (PHS) na Bahia, Júnior Muniz, afirmou que reuniões já estão agendadas para discutir o futuro do vereador de Salvador e cantor Igor Kannário, filiado ao PHS, depois que ele se envolveu em uma confusão durante a micareta de Feira de Santana. Segundo Muniz, haverá uma reunião com a executiva nacional no dia 31, e outra com a estadual no dia 2 de junho, para decidir a situação do vereador. " A gente vai se reunir para poder decidir isso com a comissão e com os demais pares que fazem parte do partido. Não ficou legal. Não é a primeira vez, é reincidente. Se a gente começar a colocar panos quentes, que isso não é o papel do partido, vai ficar ruim", disse.
 
Na ocasião, o parlamentar disse para uma policial feminina que ele era mais autoridade. "Ô PFem! Você é só uma PFem, eu sou mais autoridade do que você: eu sou vereador! Me respeite! Procure o seu lugar", disse do trio durante o evento no município baiano.
 
Júnior Muniz repudiou o episódio. "Foi contra uma corporação respeitada na Bahia pelo serviço prestado e contra uma mulher. Nós pregamos dentro do partido o fortaleciemento da mulher e a gente vê uma situação lamentável", acrescentou.
 
Por De Olho na Cidade

 

25/05
às 03:33
Pela forma como tudo começou, não poderia terminar diferente. Uma recepção inesquecível aos jogadores. O gol de Edigar Junio, que saiu aos 12 minutos, foi o suficiente. Com a dose de emoção que lhe é peculiares, o Bahia mostrou por que é o maior do Nordeste, como o mosaico dizia antes da partida.
 
Foram 15 anos de espera, mas cada minuto, certamente, valeu a pena para o torcedor, que pôde finalmente soltar o grito de tricampeão do Nordeste após o triunfo de 1x0 sobre o Sport, na Arena Fonte Nova.
 
A primeira boa chance do jogo foi do Bahia. Allione iniciou a jogada em lance individual, a bola chegou até Edigar Junio, que protegeu e cruzou para Régis cabecear para fora. 
 
Com três zagueiros, o Sport explorava as jogadas pelos lados do campo, principalmente com Mena, pelo lado esquerdo. O grito ensurdecedor das arquibancadas, no entanto, empurrou o tricolor até o primeiro gol.
 
O colombiano Pablo Armero avançou pela esquerda e lançou para Edigar Junio, que dominou, girou em cima de Matheus Ferraz e com um lindo toque de cobertura no goleiro Magrão, fez a Fonte Nova balançar como há muito tempo não se via. Belo gol do camisa 11 tricolor. 
 
Melhor em campo, o Bahia não diminui o ritmo mesmo com a vantagem no placar. Em bom passe de Eduardo, Régis errou o domínio, mas a bola resvalou no zagueiro do Sport e sobrou limpa para o meia tricolor chutar forte e acertar a rede pelo lado de fora.
 
Enquanto a arquibancada seguia fervendo com os cantos da torcida, dentro de campo o jogo deu uma esfriada. Muita marcação dos dois lados e lances até mais duros, que geraram cartões amarelos para Régis e Rogério. 
 
Em cobrança de falta do argentino Allione, quase o segundo gol saiu. Edigar Junio apareceu sozinho no segundo pau e testou com força, porém a bola explodiu na trave e saiu. Foi por muito pouco. 
 
 
Ao tentar um drible dentro da área, Rogério se jogou para simular um pênalti. O árbitro Francisco Carlos Nascimento aplicou a regra e deu o segundo cartão amarelo, que terminou na expulsão do jogador aos 32 minutos. O atacante saiu de campo sem reclamar. 
 
Mesmo com um jogador a mais, o Esquadrão desperdiçou alguns contra-ataques e não conseguiu criar mais boas chances até o final do primeiro tempo. O time saiu aplaudido de campo. 
 
Segundo tempo
 
O Bahia voltou com tudo para o segundo tempo e chegou a marcar um gol com Edigar Junio, que aproveitou o chute cruzado de Armero e, mesmo sentado, cabeceou para o gol, só que o bandeirinha marcou impedimento do atacante.
 
Absolutamente em cima, o time de Guto Ferreira teve duas boas oportunidades seguidas. Na primeira, Régis recebeu lançamento de Jean, esperou a bola quicar e chutou forte, obrigando Magrão a fazer boa defesa e espalmar para escanteio. Depois, Allione invadiu a área pelo lado direito e cruzou rasteiro para Edigar Junio finalizar de primeira e novamente Magrão defender, dessa vez com os pés. 
 
Enquanto isso, na arquibancada da Fonte, a torcida revezava os cânticos emanando o tradicional“Vamos ser tri, Esquadrão” e se declarando com o “Sabe, eu sou Baêa, com muito orgulho, com muito amor”. Só pararam de cantar para gritar o nome de Renê Junior, mais uma vez o dono do meio de campo, que saiu de para a entrada de Juninho.
 
Após minutos de agonia com as equipes se revezando em chances perdidas (o Bahia muito mais), o apito final soou como o som mais bonito que poderia haver no momento
 
Por Ibahia

 

22/05
às 07:31

 As inscrições para as 600 vagas ofertadas no concurso da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) serão reabertas a partir das 0h desta segunda-feira (22) e seguem até o dia 12 de junho. Já a nova data das provas foi definida para o dia 9 de julho e serão realizadas nas cidades de Salvador, Barreiras, Feira de Santana e Vitória da Conquista. A decisão de retomar as inscrições e alterar a data da prova foi motivada em função de uma mudança nas regras do concurso.

 

A Embasa publicou, na edição do último sábado (20), do Diário Oficial do Estado da Bahia (DOE), edital de retificação que exclui a prova de aptidão física para os candidatos às vagas de agente operacional e operador de processos de água e de esgoto do concurso público aberto pela empresa em março.

 

As decisões foram tomadas após análise conjunta da empresa, do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC), organizador do concurso, do Ministério Público do Trabalho e da Procuradoria Regional do Trabalho da 5ª região Salvador.

 

De acordo com a gerente de administração de carreira e desempenho da Embasa, Nivalda Beuclair, os candidatos inscritos anteriormente no concurso, conforme lista publicada no site do IBFC no dia 18/04/2017, permanecem com suas inscrições ativas, não sendo necessária nenhuma providência adicional em virtude das alterações.

Por Correio

 

22/05
às 07:25
Ao som de "Favela" o cantor Leo Santana transformou a avenida Presidente Dutra num verdadeiro mar de gente. Por volta das 22h30 o cantor entrou no circuito Maneca Ferreira e não deixou ninguém parado um só minuto. 
 
Leo cantou sucessos da época da banda Parangolé e novos hits como "Santinha" e "Vai dar PT". 
 
Ele ressaltou a felicidade de tocar pelo terceiro dia na festa e disse que já está conhecido como "Leo Feira de Santana". 
 
O "gigante" se apresentou no camarote da Central Mix na sexta-feira (19), puxou o bloco Lá Vem Elas no sábado e finalizou sua participação da folia neste domingo. 
 
Por De Olho na Cidade

 

22/05
às 07:21
Um homem foi preso acusado de ter matado a mãe, de 66 anos, no bairro Feira X em Feira de Santana. O fato acontece na noite de sábado (20), mas o corpo da .
 
Segundo a polícia, Solange Mabel Reis de Oliveira, de 66 anos, foi empurrada pelo filho, Edmilson Moreira Júnior, 20, e bateu a cabeça em uma parede. A idosa sofreu traumatismo craniano e morreu no local.
 
Ainda de acordo com a Polícia Civil, o acusado estava embriagado e chegava da Micareta no momento do crime. Debilitada por conta da idade e de problemas e saúde, Solange demorou de abrir a porta de casa quando o filho chamava do lado de fora, o que teria irritado Edmilson. Vizinhos relataram que ouviram gritos de Solange quando ela estaria sendo agredida  pelo filho.
 
A morte da idosa aconteceu na Rua D, bairro Feira X. Depois de uma perícia no local, investigadores da Polícia Civil prenderam Edmilson em flagrante por homicídio. Ele já tinha passagens na polícia por violência doméstica e por conta de uso de drogas. 
 
Por De Olho na Cidade

 


PAES, BISCOITOS, SALGADOS, CONFEITARIAS E MUITO MAIS, ENTREGA PARA EVENTOS E ANIVERSÁRIO. Av. Getúlio Vargas, 927 fone (75)2101-9920 Feira de Santana BA.