Humildes Notícias - O site de notícias de Humildes - Bahia

HOME         POLÍTICA          ESPORTE         POLÍCIA         TRÂNSITO         RELIGIÃO         CULTURA E LAZER         EDUCAÇÃO         EMPREGO


14/09
às 04:23

A Prefeitura de Feira de Santana vai realizar no dia 30 de outubro, concorrência pública para contratação de empresa para organizar concurso público para a Guarda Municipal e a função de professor – ambos os cargos são efetivos.

A contratação da empresa responsável é o início de todo o processo do concurso, que ainda não tem data definida nem a quantidade de vagas que serão abertas.

A empresa deverá ser especializada na prestação de serviços técnicos para elaborar, diagramar, imprimir, aplicar provas e processar dados, bem como todo e qualquer ato pertinente à organização e realização de concurso público.

O certame vai ocorrer no Salão de Licitações, situado na avenida Sampaio, 344, Centro. Edital no site: www.feiradesantana.ba.gov.br. Informações no Departamento de Licitação e Contratos, mesmo endereço, nos dias úteis, das 9h às 12h e das 14h às 17h. Ou pelos telefones: 75 3602-8345/8319.

Por de Olho na Cidade

 

14/09
às 04:20

A polícia concluiu o inquérito que investigou a morte da cantora Eliza Clívia, 37 anos, ex-vocalista dos Cavaleiros do Forró, e do marido dela, o baterista Sérgio Ramos. Os dois morreram em um acidente no dia 16 de junho deste ano em Aracaju e o caso estava sob cuidados da Delegacia de Delitos de Trânsito.

A delegada Daniela Lima concluiu que a responsabilidade do acidente foi de Clebton José dos Santos, motorista do carro da cantora, que não teria prestado atenção à sinalização da via. Foram usados na investigação depoimentos de sobreviventes e testemunhas, laudo pericial e análise de imagens e do veículo. 

"Podemos concluir com toda a tranquilidade, após exaurir todas as possiblidades de produção de provas através de depoimentos e provas técnicas, que a causa do acidente foi provocada pela entrada do veículo Pálio da via. E concluímos pelo indiciamento do senhor Clebton por homicídio culposo de trânsito e por lesão corporal culposa de trânsito”, diz a delegada ao G1 SE.

O motorista está em Arapiraca, Alagoas, se recuperando de ferimentos causados pelo acidente. Ele foi ouvido na cidade. "Ele não tem memória do choque. Mas tem um relato de momentos antes de que estava utilizando um GPS para se guiar, já que não conhecia a cidade", explica.

O laudo mostra que o ônibus trafegava entre 48 km/h e 62 km/h, enquanto o carro estava a 22 km/h quando invandiu a preferencial. A perícia mostrou que o motorista do ônibus teve pouco mais de um segundo para tempo de reação, o que não seria suficiente para impedir a batida mesmo se ele estivesse no limite de velocidade da via, que é de 30 km/h.

Elizia, que tinha saído em carreira solo, estava em Aracaju para divulgar um show. 

 

Por Correio

 

14/09
às 04:16

O deputado estadual Marcelo Nilo (PSL) disse nesta quarta-feira (13) ter sido surpreendido com a presença da Polícia Federal e de integrantes do Ministério Público Estadual (MPE), na sua casa, no Horto Florestal, para uma operação de busca e apreensão. "Foi uma violência inominável. Foi uma violência contra um parlamentar de 28 anos de vida pública... É inacreditável que nós parlamentares passemos por situações vexatórias, constrangedoras. Nada na vida vai reparar o que eu passei hoje. Perdi meu pai, perdi minha mãe, meu irmão, mas hoje, se me permitem, é o dia mais difícil da minha vida", definiu o parlamentar, durante pronunciamento na Assembleia Legislativa.

A Operação Opinião também investiga mais duas pessoas: um diretor da Embasa e Genro do deputado, Marcelo Dantas Veiga, e um servidor da Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia (Sefaz),  Roberto Pereira Matos, que também é sócio da empresa Bahia Pesquisa e Estatística Ltda (Babesp). 

Segundo ele, o delegado que estava à frente da operação teria informado que a busca era sobre o instituto Bahia, Pesquisa e Estatística (Babesp) e que tinha dois objetivos básicos: confirmar se havia manipulação dos resultados das pesquisas e se o instituto é de propriedade dele.

Em nota, o MPE informou que a Operação Opinião tem o objetivo de cumprir sete mandados de busca e apreensão em endereços de Salvador, dentre os quais na residência do deputado e no seu gabinete na Assembleia Legislativa, no CAB. Os mandados foram expedidos pelo Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE/BA), com base em representação formulada pela Procuradoria Regional Eleitoral na Bahia (PRE/BA), em procedimento que investiga o crime de falsidade eleitoral, previsto no artigo 350 do Código Eleitoral, envolvendo também a empresa Bahia Pesquisa e Estatística Ltda – Babesp.  

Quanto a acusação de manipulação, Nilo destacou que, em  2014, o instituto teria sido o único que apontava a vitória do governador Rui Costa. "Os resultados mostraram e mostram que não existia manipulação. Vossas excelências são testemunhas que muitos que contrataram a Babesp tiveram a confirmação no período eleitoral. A Babesp não é de minha propriedade, nunca foi. Portanto, não sou dono. Fui cliente muitas vezes desse instituto", alegou o deputado.

Nilo argumentou ainda que em 28 anos de vida pública nunca houve uma denúncia contra ele, frisando que foram dez anos na presidência da Assembleia Legislativa e durante esse período nem a imprensa nem o Ministério Público denunciaram desvios de recursos públicos atribuídos a ele. "Nada vai pagar, reparar os danos que causaram à minha pessoa, a minha esposa, a duas filhas que estavam presentes e a minha neta Maria que também dormia em minha residência. Tenho respeito e admiração profunda pela Justiça Eleitoral, mas é inacreditável, é inaceitável que o MPE e a PF entre na casa de um ex-presidente desse poder para fazer uma busca e apreensão para provar que a Babesp é nossa"

De acordo com o deputado, um processo semelhante ao que motivou a operação desta quarta-feira corria na justiça comum, na 1ª Região Federal, e teria sido arquivado após um desembargador ter negado a quebra de sigilo telefônico. "A Justiça Federal arquiva e a Justiça Eleitoral faz um constrangimento desses. Outro processo similar corre na PF e, na última segunda, quando eu tomei conhecimento que estavam ouvindo os diretores, os sócios e ex-sócios da Babesp, me prontifiquei, através dos nossos advogados, que eu queria ser ouvido na PF", informou, acrescentando que já havia solicitado uma audiência com o procurador eleitoral, que teria sido agendada para o próximo dia 20.

Por Correio

 

14/09
às 04:14

O ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho (PR) foi preso nesta quarta-feira (13) quando apresentava o programa que comanda na Rádio Tupi, na capital fluminense. Agentes da Polícia Federal o conduziram para Campos dos Goytacazes, norte fluminense. Antes, ele fará exame de corpo de delito no Instituto Médico-Legal. Depois, seguirá para Campos onde cumprirá prisão domiciliar com o uso de tornozeleira eletrônica.

A nova ordem de prisão é do juiz Ralph Manhães, da 100ª Zona Eleitoral de Campos dos Goytacazes, que o condenou por corrupção eleitoral, associação criminosa, coação de testemunhas e supressão de documentos. De acordo com a decisão, Garotinho foi sentenciado a 9 anos e 11 meses de prisão em regime fechado, mas a condenação precisa ser confirmada em segunda instância para que a reclusão passe a vigorar.

Entretanto, o juiz determinou a prisão domiciliar do ex-governador, argumentando que ele pode continuar ameaçando testemunhas ou destruindo provas. Segundo a decisão, além de usar tornozeleira eletrônica, ele não poderá usar telefones celulares ou acessar a internet. Além disso, Garotinho só poderá ter contato com familiares próximos e advogados.

Recurso

A defesa do ex-governador Anthony Garotinho informou, em nota, que repudia os motivos apresentados para a prisão do ex-governador e entende que a decisão de mantê-lo preso em casa, em Campos, tem a intenção de privá-lo de seu trabalho diário na Rádio Tupi [onde apresenta um programa matinal] e em seus canais digitais e, com isso, evitar que ele ”continue denunciando políticos criminosos importantes, alguns deles que já foram até presos”.

A nota assinada pelo advogado Carlos Azeredo diz ainda que a defesa nega as acusações imputadas a Garotinho e informa que ele nunca foi nem acusado de roubo ou corrupção. “O processo fala de suspeitas infundadas de compra de votos, o que por si só não justifica prisão.”

A defesa afirma ainda que a prisão domiciliar, além de não ter base legal, causa danos à sua família já que o impede de exercer sua profissão de radialista e sustentar sua família. A defesa do ex-governador irá recorrer da decisão”.

 

Por Agência Brasil

 

14/09
às 03:55

A defesa do ex-ministro Antônio Palocci rebateu as críticas do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva que, nesta quarta-feira (13), em depoimento ao juiz federal Sergio Moro, classificou a conduta de Palocci como fria e calculista e disse que o ex-ministro mentiu ao dizer que Lula tinha um “pacto de sangue” com o empresário Emílio Odebrecht, fundador da construtora, para supostamente receber propinas.

"Enquanto o Palocci mantinha o silêncio, ele era inteligente e virtuoso. Depois que resolveu falar a verdade, passou a ser tido como calculista e dissimulado. Dissimulado é ele, que nega tudo o que lhe contraria e teve a pachorra de dizer que se encontrava raramente com o Palocci a cada 8 meses", escreveu o advogado Antonio Bretas, responsável pela defesa do ex-ministro.

Na semana passada, em depoimento, Palocci disse a Moro que Lula fez um "pacto de sangue" com Emílio e que "o pacote de propinas" envolveria um fundo de R$ 300 milhões para "atividades políticas" do ex-presidente, que responde nesse processo pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

“Eu fiquei vendo o Palocci falar. Ele inventou uma frase: ‘pacto de sangue com Emílio Odebecht’. Mas ele é quem fez um pacto de sangue com os delatores, com os advogados dele e talvez com o Ministério Público, porque ele disse exatamente o que o power point [referência a entrevista coletiva de procuradores da Lava Jato em que foi exibida uma apresentação em power point apontando o ex-presidente como ‘comandante máximo’ do esquema do petrolão] queria que ele dissesse”, disse Lula a Moro.

Segundo a denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal (MPF), a empreiteira Odebrecht comprou um terreno para a construção de uma nova sede para o Instituto Lula. A denúncia diz que a construtora também pagou R$ 12,4 milhões pelo terreno, mas a obra não foi executada. A empreiteira também teria comprado um apartamento vizinho ao que o ex-presidente mora, em São Bernardo do Campo (SP).

Ao iniciar o depoimento, Lula disse que "apesar de entender que o processo é ilegítimo e injusto”, pretendia falar. "Eu vi o Palocci mentir aqui esta semana", disse Lula, acrescentando que viu atentamente o depoimento de seu ex-ministro, que classificou como “cinematográfico” e que parecia ter sido escrito por um roteirista de televisão. “Talvez eu seja a pessoa que mais queira a verdade neste processo", disse.

Por Agência Brasil

 

12/09
às 02:13

O secretário de Agricultura de Feira de Santana, Joedilson Machado, estima que o volume de negócios na 42ª Exposição Agropecuária de Feira superou em 10 a 15% os resultados obtidos no ano passado. A Expofeira teve início no último dia 3 e terminou neste domingo (10) no Parque de Exposições João Martins da Silva.

Segundo Joedilson, os leilões e animais renderam cerca R$ 2 milhões. Entre os créditos oferecidos pelas instituições bancárias, o Banco do Nordeste concedeu R$ 1,5 milhão.

“Tem situações que vão até o mês de dezembro. As pessoas vão ao banco e o trâmite vai até o fim do ano. Os negócios continuam sendo feitos”, explicou o secretário.

O secretário também avalia como positiva a geração de empregos diretos e indiretos durante a Expofeira. “O evento, apesar de ser relativamente novo [50 anos], tem uma importância enorme para a atividade econômica”, avaliou Joedilson.

Por De Olho na Cidade

 

12/09
às 02:12

A Petrobras anunciou reduções de 2,4% no preço do diesel e de 2,5% no preço da gasolina vendida nas refinarias. Os reajustes valem a partir desta terça-feira (12).

Na sexta-feira passada, a estatal informou aumento de 1,5% no preço do diesel e de 2,6% no preço da gasolina. Os reajustes eram válidos a partir de 9 de setembro.

A petrolífera adota novo formato na política de ajuste de preço desde 3 de julho, em que os reajustes acontecem com maior frequência, inclusive diarimante.

Desde o início da nova metodologia, a gasolina acumula alta de 12,38% e o diesel, valorização de 17,14%.

Por De Olho na Cidade

 

12/09
às 02:04

Foram exatamente 15 dias desde a derrota para o Botafogo. Destes, três de folga e mais 12 de trabalho. O fato, no entanto, é que o Bahia apresentou pouca evolução e só empatou com o lanterna Atlético-GO por 1x1, nesta segunda (11), em Goiânia. 

O Bahia adotou uma postura absolutamente passiva no primeiro tempo. Em momento algum, conseguiu agredir e chegar ao gol dos donos da casa. O goleiro Marcos era um mero espectador, diferentemente de Jean, que, a todo momento, tinha que ficar atento, pronto para trabalhar, o que aconteceu aos 14 minutos. 

Após cobrança curta de escanteio, Andrigo levantou na área para a cabeçada firme de Gilvan, que o goleiro tricolor espalmou fazendo grande defesa. Em lance muito parecido, o volante Igor também ganhou pelo alto da defesa do Bahia, mas mandou por cima. 

Os dez dias dedicados aos treinamentos pareciam não ter tido efeito para a equipe de Preto Casagrande. A desorganização do Bahia culminou no que poderia acontecer de pior: o gol adversário.  Aos 32, Bruno Pacheco desceu em velocidade puxando contra-ataque, atravessou o campo com liberdade e tocou para Jonathan cruzar para Luiz Fernando, que sem marcação, mandou para as redes. 

O gol sofrido fez o Bahia acordar. Ainda que de maneira desarrumada, o time passou a ficar mais com a bola e tentou pressionar na base do ‘abafa’, mas a primeira etapa chegou ao fim com o Esquadrão sem incomodar o goleiro rival.  

O Bahia voltou do intervalo com Vinicius no lugar de Régis e uma postura completamente diferente. Mais ligado, o time não demorou a chegar ao empate, conseguido após uma linda troca de passes. 

Aos nove minutos, Zé Rafael carregou a bola, tabelou com Rodrigão e depois com Mendoza antes de driblar o goleiro e mandar para o gol. Confiante, o meia por pouco não marcou o segundo após boa jogada individual e chute de pé esquerdo, que passou perto.

O Bahia conseguia entrar com facilidade pelo meio da defesa do Dragão. Em outra boa troca de passes, Rodrigão recebeu na entrada da área e tentou colocar no canto de Marcos, que fez a defesa.  

Para tentar dar um gás novo ao ataque do Bahia, Preto colocou Edigar Junio no lugar de Mendoza e, depois, Allione na vaga de Rodrigão. Em uma boa jogada pela esquerda, Edigar driblou o marcador, mas errou o cruzamento.  Apesar do longo tempo de inatividade, o camisa 11 tricolor se tornou a principal referência ofensiva do time no segundo tempo. Em outra boa jogada, ele recebeu de costas para o zagueiro e preparou a bola para a finalização de Vincius, que chutou por cima. 

Nos minutos finais, com os donos da casa já entregues e sentindo bastante a parte física, o Bahia até esboçou uma pressão. Tentou com Edigar Junio, em finalização de pé esquerdo, que Marcos fez a defesa e depois em boa jogada pela direita, que Marcos novamente impediu que o cruzamento de Allione com um toque para escanteio. 

Com o empate, o Bahia terminou a rodada na 15ª posição, com 27 pontos. Apenas um a mais do que o Vitória, o primeiro na zona de rebaixamento, em 17º, com 26 pontos.  

Por Correio

 

12/09
às 02:01

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva protocolou, na noite de ontem (11), no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), um pedido de recurso contra a sentença do juiz federal Sérgio Moro no caso do tríplex do Condomínio Solaris, localizado no município de Guarujá (SP). Lula foi condenado, em julho, a nove anos e seis meses de prisão, por lavagem de dinheiro e corrupção passiva.

No documento de 490 páginas, os 12 advogados de defesa do petista argumentam que um conjunto de equívocos justifica a nulidade ou a reversão da condenação e que Lula deve poder depor novamente.

"O pedido foi baseado na demonstração de que o juiz de primeiro grau jamais teve interesse em apurar a realidade dos fatos e atuou como verdadeiro acusador: enquanto o MPF [Ministério Público Federal] fez 138 perguntas a Lula durante o seu interrogatório, o juiz formulou 347 questões ao ex-presidente, a maior parte delas sem qualquer relação com o processo", escreveu a defesa em nota.

A equipe de advogados sustenta que a análise de Moro foi "parcial e facciosa" e "descoberta de qualquer elemento probatório idôneo". O magistrado teria falhado ao estabelecer a pena com base apenas na "narrativa isolada" do ex-presidente da construtora OAS José Aldemário Pinheiro Filho, conhecido como Léo Pinheiro, sobre "um fantasioso caixa geral de propinas" e a suposta aquisição e reforma do imóvel.

Além da condução coercitiva de Lula, que teria sido caracterizada por violações a requisitos legais, a defesa menciona ainda que telefones de seu próprio escritório teriam sido grampeados. O ex-presidente também teria sido impedido de ter acesso à documentação do inquérito. A defesa alega que não teve um prazo semelhante ao concedido ao MPF para examinar as 16 mil páginas que constituem a denúncia.

Por Agência Brasil

 

12/09
às 02:00

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse hoje (11), em sua conta no Twitter, que as discussões sobre a reforma da Previdência foram retomadas, e a expectativa é que a proposta seja votada no Congresso Nacional em outubro.

“A nova lei de recuperação judicial é o próximo item da agenda da produtividade e deve ser debatido no Congresso já nas próximas semanas.”

Meirelles afirmou que, após a aprovação da reforma da Previdência, o governo “vai trabalhar na reforma tributária, com objetivo de simplificar o sistema”.

No último dia 9, o presidente Michel Temer reuniu-se com alguns ministros para debater a agenda econômica a ser implementada nos próximos meses. De acordo com o ministro da Fazenda, que foi um dos participantes da reunião, o governo decidiu retomar agora, “com toda ênfase”, a discussão em torno da proposta de reforma da Previdência Social para votação no Congresso Nacional.

Por Agência Brasil

 


PAES, BISCOITOS, SALGADOS, CONFEITARIAS E MUITO MAIS, ENTREGA PARA EVENTOS E ANIVERSÁRIO. Av. Getúlio Vargas, 927 fone (75)2101-9920 Feira de Santana BA.