Humildes Notícias - O site de notícias de Humildes - Bahia

HOME         POLÍTICA          ESPORTE         POLÍCIA         TRÂNSITO         RELIGIÃO         CULTURA E LAZER         EDUCAÇÃO         EMPREGO


07/11
às 04:24

Sem querer, uma estudante de Erechim, no Norte do Rio Grande do Sul, acabou "adivinhando" o tema da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), no primeiro dia do exame, domingo (5). Lívia Gomes, de 17 anos, escolheu uma camiseta em que se lê "Eu curto Libras" para fazer a prova, cuja redação teve como tema "Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil".

GABARITO EXTRAOFICIAL E RESOLUÇÃO COMENTADA

Libras é a língua brasileira dos sinais, sistema linguístico baseado em gestos utilizado para a comunicação com pessoas com deficiência auditiva.

Ao sair do local onde fez o exame, enquanto esperava pela mãe, Lívia postou uma foto em seu perfil do Twitter, exibindo a camiseta e a prova, ao lado de um print de uma conversa em que mostrou o look a uma amiga, demonstrando que ela de fato saiu de casa com a peça.

"Fazia tempo que eu não usava aquela camiseta, tenho duas, uma branca e outra preta e no dia só pensei que iria com uma das duas, não passou pela minha cabeça usar outra", contou ela em entrevista ao G1. "Eu fui ver a roupa que ia usar e nenhuma parecia tão confortável quanto a camiseta branca de libras", disse ela, aos risos. No Twitter, Lívia brincou com a situação.

A estudante, que ainda não concluiu o Ensino Médio, faz o Enem como preparação: ela quer conquistar uma vaga em um curso de Medicina.

Lívia sequer imaginava que o enunciado coincidiria com a mensagem de sua camiseta. "Eu esperava algo sobre homofobia", diz ela. "Quando abriram a prova, vi que uma menina que estava do meu lado olhou para mim e sorriu. Eu não tinha visto o tema da redação ainda. Então fui procurar e dei risada quando vi", diverte-se Lívia. "Foi muita coincidência mesmo".

Mas afinal de contas, por que Lívia tem duas camisetas com os dizeres em favor das libras? Ela explica que o interesse surgiu por um curso de libras que fez há um tempo. A estudante conta que já utilizou a linguagem, com amigos surdos. E as camisetas vieram em consequência desse envolvimento.

Dominar a língua brasileira dos sinais, porém, não facilitou a redação para Lívia. Ela conta que deixou a tarefa por último, e acabou fazendo com pressa. "Já que o tema parecia simples pra mim, pelo contato com surdos, fiz a prova com calma e quando vi faltavam 45 minutos. Poderia ter ido melhor, mas consegui repassar os problemas que eu sabia e apresentar as possíveis soluções", diz a estudante.

Por Globo.com

 

07/11
às 04:16

R$ 8 mil. Este é o valor avaliado de todo o figurino que foi roubado no camarim do humorista Renato Piada na noite de sábado (4), após apresentação no Centro de Cultura Amélio Amorim (CCAA), em Feira de Santana.

De acordo com a produção do evento, foram furtadas cinco calças, três camisas e um paletó. Novas roupas tiveram que ser providenciadas para a apresentação do artista que ocorreu ontem (5).

Piaba esteve na cidade para apresentar o espetáculo "Como entender as mulheres", que aborda assuntos que fazem parte do dia-a-dia delas.

O humorista preferiu não comentar o ocorrido. O caso foi registrado no Complexo Policial Investigador Bandeira, no bairro Jomafa.

Secult lamenta

Em nota, a Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult), responsável pelo espaço, lamentou o ocorrido e disse que um processo administrativo será instaurado para apurar os fatos. O órgão diz ainda que prestará "toda assistência possível" à equipe do artista, bem como dará apoio e informações necessárias à Polícia Civil.

Por De Olho na Cidade

 

07/11
às 04:12

O Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) pediu um parecer jurídico para avaliar a possibilidade de regulamentar a fiscalização de veículos com base na medição da velocidade média em determinado trajeto.

De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, o pedido ocorre em meio a uma ação educativa lançada pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET ) de São Paulo na última quarta-feira (1º), por meio da qual ela começou a advertir quem excede o limite em quatro vias paulistanas.

A medição visa flagrar motoristas acostumados a frear apenas nos pontos com radares e exceder a velocidade máxima nos demais trechos.

Pelo sistema testado pela CET, dois aparelhos delimitam um trecho monitorado: o primeiro grava a placa do veículo, a sua velocidade e a hora do registro; o segundo calcula o tempo necessário para percorrer o trajeto dentro do limite de velocidade da via.

Caso o motorista passe pelo ponto final antes do horário estipulado, ele recebe uma carta de advertência.

Diante da novidade, o Denatran quer entender se a lei atual pode ser ampliada por resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que regula a legislação viária no país.

Por isso, pediu o parecer jurídico à consultoria da Advocacia-Geral da União (AGU) no Ministério das Cidades. Do contrário, a previsão de punição com base na velocidade média teria que partir de projeto do Congresso.

Por De Olho na Cidade

 

07/11
às 04:03

O presidente Michel Temer afirmou hoje (6) que continuará empenhado e trabalhando pela reforma da Previdência, mesmo que a sociedade, a mídia e o Congresso Nacional não demonstrem interesse em mudar as regras para  aposentadoria do país. Na abertura de reunião de líderes da base aliada da Câmara dos Deputados, Temer ressaltou a urgência e a relevância da reforma da Previdência e também agradeceu o apoio da base a seu governo.

Aos líderes aliados, o presidente demonstrou "gratidão" pelo apoio ao governo e ressaltou que a reforma da Previdência não é dele, mas sim compartilhada, e necessária não apenas para o futuro, mas para o presente do país.

“Ela, a reforma da Previdência, não é minha, não é pessoal, e a essa altura é do governo, mas compartilhada. Se, em um dado momento, a sociedade não quer, a mídia não quer e a combate, e naturalmente o Parlamento, que ecoa as vozes da sociedade, não quiser aprova-la, paciência. Eu continuarei a trabalhar por ela, porque sei da importância da reforma da Previdência. Não é apenas em função de uma coisa de futuro, mas de uma coisa para já”, afirmou Temer.

Em uma crítica à imprensa, Temer afirmou, que mesmo se a reforma não seja aprovada, seu governo terá dado certo. “A reforma da Previdência é a continuação importante, fundamental para fecho das reformas que estamos fazendo. Continuarem empenhando nela, trabalharei muito por ela. Por mais que não se consiga fazer tudo, se permita que quem venha depois, mais adiante,  que possa fazer uma nova revisão da Previdência Social”.

Para Temer, somente a reforma possibilitará ao país retomar os investimentos que vão impulsionar a geração de empregos. Sem uma reformulação previdenciária, disse Temer, haverá dificuldade na refotomada dos empregos e dificuldade nos investimentos governamentais, porque tudo estará direcionado para cobrir o déficit. "Muitos pretendem derrotá-la, porque, derrotando-a, derrotam o governo, mas não é verdade: derrotam o Brasil”, afirmou o presidente.

Sem citar nomes, o presidente destacou que seu governo conseguiu derrotar, com a ajuda do Congresso, “aqueles que pretendiam colocar o Brasil em uma crise política” e “derrubar o presidente da República”. 

“Vocês se lembram que urdiram-se muitas tramas para derrubar o regime posto. Quero aqui mencionar as duas denúncias que foram desautorizadas pela Câmara dos Deputados, mas hoje, como está robustamente, enfaticamente, fortemente, relevantemente demonstrado, era uma articulação que tinha este objetivo, mudar o governo para um objetivo mesquinho, minúsculo, menor, que era impedir que o presidente pudesse nomear o sucessor daquele que ocupava a Procuradoria-Geral da República, acusou Temer. “E digo isso em voz forte, com letras garrafais”, enfatizou.

Por Correio

 

07/11
às 03:57

O feriadão de Finados registrou seis mortes em rodovias estaduais e federais na Bahia, de acordo com balanços divulgados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Polícia Rodoviária Estadual (PRE), nesta segunda-feira (6).

Segundo a PRF, durante a Operação Finados, iniciada na última quarta-feira (1º) e finalizada neste domingo (5), ocorreram 61 acidentes nas rodovias federais que cortam a Bahia - 16 considerados graves. Nas rodovias estaduais, conforme a PRE, foram 11 acidentes, dois deles graves.

Todas as mortes foram em rodovias federais. Ainda nas BRs, 47 pessoas ficaram feridas. O número de ocorrências foi maior que o registrado no último feriadão, no Sete de Setembro.

A ocorrência mais frequente foi o excesso de velocidade, seguida de ultrapassagem indevida e não uso do cinto de segurança ou do capacete. Foram autuados 4.486 motoristas e motociclistas.

Bebida e direção

Os testes de bafômetros foram realizados pela PRF em 2.872 condutores - 46 apontaram ingestão de bebida alcoólica e os condutores foram autuados por infração administrativa. Seis deles foram presos por embriaguez ao volante, pois apresentavam concentração de álcool maior que 0,3 mg por litro de ar alveolar, o que configura crime de trânsito.

Na operação da PRF foram presas 19 pessoas. Além das seis por embriaguez ao volante, houve prisões por outros crimes, como porte ilegal de arma e uso de documento falso. Foram detidas duas pessoas com mandados de prisão em aberto e dois veículos roubados foram recuperados.

No balanço da PRE, foram registrados 11 acidentes nas rodovias estaduais, quatro deles com vítimas e dois considerados acidentes graves. Das 11 vítimas dos acidentes, duas se feriram gravemente. Nenhuma morte foi registrada.

Por Correio

 

04/11
às 04:58

O novo piso salarial dos trabalhadores do comércio de Feira de Santana deve subir de R$ 1.060 para R$ 1.176 a partir de 2018. O reajuste é de 11%. Para aqueles que recebem acima do piso o reajuste será de 9,5% acima da inflação. O acordo é retroativo a 1º novembro deste ano.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Empregados do Comércio (SECOFS), Antônio Cedraz, o valor foi definido durante convenção coletiva da categoria.

"Uma reunião marcada para a próxima terça-feira (7), às 18h, com o sindicato patronal definirá os detalhes sobre o novo piso. Para os trabalhadores de supermercado, a negociação acontece a partir do dia 8", informou o sindicalista.

Por De olho na cidade

 

04/11
às 04:54

Bastou surgir de mãos dadas com Fátima Bernardes em um shopping carioca na quinta-feira (02) que a vida de Túlio Gadêlha foi parar na imprensa da noite para o dia. Aos 29 anos, o rapaz, que é advogado e de Recife, já se candidatou duas vezes e em uma das suas tentativas de se tornar político, em 2014, ele chegou a receber doação de uma empresa investigada no âmbito da Lava Jato. As informações são da 'Veja'.

De acordo com a publicação, Gadêlha foi candidato a deputado federal pelo PDT, em Pernambuco, e, segundo o site de prestação de contas do TSE, recebeu R$ 50 mil da Carioca Christiane-Nielsen Engenharia. A construtora é investigada deste 2013 pelo Cade por suspeita de formar cartel em licitações para obras de revitalização de lagoas e controle de enchentes em uma licitação da Secretaria de Estado de Ambiente do Rio de Janei junto com outras construtoras como Odebrecht e OAS.

Ainda segundo a revista, a empresa ainda foi alvo da Operação Tabela Periódica da Lava Jato, que apurou um esquema de corrupção nos contratos da construção de ferrovias ligadas ao Ministério do Transporte em nove Estados do país.

Por Ibahia

 

04/11
às 04:50

Três suspeitos de participar da morte de Kelly Cristina Cadamuro, 22 anos, foram presos nesta sexta-feira (3) no interior de São Paulo. Kelly foi achada morta ontem, um dia depois de desaparecer após viajar levando na carona um desconhecido. 

Jonathan Pereira do Prado confessou o assassinato da jovem. Segundo o tenente Taparo, da Companhia de Ações Especiais da Polícia Militar (Caep), em entrevista ao Diário da Região, Jonathan confessou que entrou no grupo de caronas no WhatsApp já pensando em cometer o crime. Foi no grupo que ele combinou a carona com Kelly. Moradora de Guapiaçu, em São Paulo, a jovem iria passar o feriado com o namorado, o engenheiro civil Marcos Antônio da Silva, 28, em Itagagipe, no interior mineiro. Ela costumava combinar caronas entre as cidades, dividindo os custos.

As caronas eram combinadas com segurança, segundo o namorado. Kelly costumava mandar para ele uma foto da pessoa que estaria no carro. Neste feriado, ela acabou combinando pelo celular e não mandou a foto antes. A viagem foi combinada com uma mulher que afirmou que iria com o namorado. Na hora da viagem, contudo, somente Jonathan estava no ponto de encontro. Ele afirmou que a namorada tinha desistido da viagem. Os dois viajaram sozinhos.

O último contato de Kelly com a família foi às 19h23, quando ela parou para abastecer em um posto na BR-153, em Nova Granada. Um minuto depois foi a última vez que ela ficou online no WhatsApp. Depois disso, familiares tentaram entrar em contato com ela várias vezes, sem sucesso.

O carro da jovem foi achado abandonado, sem pneus e rádio, no interior de São Paulo. Depois, o corpo dela foi localizado à beira de uma usina entre Frutal e Itapagipe, em Minas Gerais., seminu, com a cabeça mergulhada na água. Ela foi vítima de asfixia e estrangulamento.

Crime

Jonathan teve ajuda de outros dois comparsas no crime, segundo a polícia. Um deles foi preso no bairro Marajó e o outro em Rio Preto. Uma quarta pessoa pode ter ligação com a morte de Kelly.

"As fotos que obtivemos na concessionária foram determinantes para localizar os suspeitos" explica o subtenente Luís Ferreira, da Polícia Militar. As imagens do pedágio mostram Kelly passando no sentido Minas dirigindo o carro. Cerca de uma hora depois, o carro dela volta no sentido São Paulo, dessa vez dirigido por um homem. 

Dos outros dois presos, um deles ajudou a matar Kelly e o terceiro comprou objetos roubados da vítima. Todos têm passagens por roubo. Jonathan estava foragido desde março do Centro de Progressão Penitenciária.

Por Correio

 

04/11
às 04:47

Os preços do gás de cozinha para uso residencial em botijões de até 13 kg (GLP P-13), vão aumentar em 4,5% nas refinarias, em média, a partir da 0h de domingo (5).

Segundo a companhia, a causa principal do reajuste é a “alta das cotações do produto nos mercados internacionais, influenciada pela conjuntura externa e pela proximidade do inverno no hemisfério norte”. Ainda conforme a companhia, a variação do câmbio também contribuiu para a necessidade do aumento.

A Petrobras informou que a elevação foi aplicada sobre os preços praticados nas refinarias sem incidência de tributos. Como a legislação brasileira garante liberdade de preços no mercado de combustíveis e derivados, o preço para o consumidor dependerá de cada distribuidora e revendedora.

Pelos cálculos da companhia, se a alta for repassada integralmente aos preços finais, o preço do botijão de GLP P-13 pode ser reajustado, em média, em 2%, cerca de R$ 1,21 por botijão, caso sejam mantidas as margens de distribuição e de revenda e as alíquotas de tributos.

De acordo com a Petrobras, o reajuste acompanha a política de preços divulgada no início de junho. O último aumento entrou em vigor no dia 11 de outubro deste ano. A alteração valerá a partir de domingo não se aplica ao gás liquefeito de petróleo (GLP) destinado a uso industrial e comercial.

Por Agência Brasil

 

04/11
às 04:45

O ministro da Educação, Mendonça Filho, disse hoje (3) que o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano terá a maior estrutura de segurança desde a sua criação. Em pronunciamento em cadeia nacional de rádio e televisão, ele lembrou que serão utilizados 67 mil detectores de metal em todos os locais de prova e mencionou a estreia dos detectores de ponto eletrônicos e das provas personalizadas como mecanismos para coibir fraudes.

A primeira prova do Enem ocorre no próximo domingo (5), com questões de linguagens, ciências humanas e redação. No outro domingo (12), será a vez das provas de ciências da natureza e matemática. Segundo o ministro, a aplicação da prova em dois domingos, mudança definida em consulta pública, dará mais tranquilidade aos participantes e acabará com o confinamento para os sabatistas, que tinham que esperar até o fim do dia para fazer a prova no sábado.

O ministro aproveitou o pronunciamento para desejar boa sorte e calma aos candidatos. “São mais de 600 mil pessoas trabalhando em todo o país para oferecer a melhor condição possível a você que vai fazer a prova. Tenha toda a tranquilidade. Boa sorte!”, disse Mendonça Filho.

Mendonça Filho também destacou que a prova deste ano terá o recurso da videoprova traduzida na Língua Brasileira de Sinais para participantes com deficiência auditiva.

“O Enem é a principal porta de entrada para a universidade. Os programas de acesso ao ensino superior, como o Sisu, para as universidades federais, o Prouni para bolsas e o Fies, com financiamento, estão garantidos. O novo Fies vai ofertar 310 mil contratos, com 100 mil deles a juros zero”, ressaltou o ministro.

 
Por Agência Brasil

 


PAES, BISCOITOS, SALGADOS, CONFEITARIAS E MUITO MAIS, ENTREGA PARA EVENTOS E ANIVERSÁRIO. Av. Getúlio Vargas, 927 fone (75)2101-9920 Feira de Santana BA.