Polícia | Humildes Notícias - O site de notícias de Humildes - Bahia

HOME         POLÍTICA          ESPORTE         POLÍCIA         TRÂNSITO         RELIGIÃO         CULTURA E LAZER         EDUCAÇÃO         EMPREGO

Polícia

26/05
às 03:38

Um caminhineiro teve a carreta roubada na noite da última terça-feira (23) no distrito de Humildes. O crime aconteceu na BR-101, na altura do Posto Flecha.

Segundo depoimento da vítima à polícia, após ser feito refém por mais de oito horas, ainda ficou encapuzado e com as mãos e pés amarrados. O veículo, um Ford Cargo, cor azul, que foi levado pelos bandidos, estava vazio.

O caminhoneiro só foi solto na manhã de ontem (24), em um matagal às margens da BR-101, próximo a entrada do Picado, em Conceição do Jacuípe (Berimbau).

 

Por Berimbau Noticias
(0) Ver Comentários Mandar Comentário Indique a um Amigo

 

22/05
às 07:21
Um homem foi preso acusado de ter matado a mãe, de 66 anos, no bairro Feira X em Feira de Santana. O fato acontece na noite de sábado (20), mas o corpo da .
 
Segundo a polícia, Solange Mabel Reis de Oliveira, de 66 anos, foi empurrada pelo filho, Edmilson Moreira Júnior, 20, e bateu a cabeça em uma parede. A idosa sofreu traumatismo craniano e morreu no local.
 
Ainda de acordo com a Polícia Civil, o acusado estava embriagado e chegava da Micareta no momento do crime. Debilitada por conta da idade e de problemas e saúde, Solange demorou de abrir a porta de casa quando o filho chamava do lado de fora, o que teria irritado Edmilson. Vizinhos relataram que ouviram gritos de Solange quando ela estaria sendo agredida  pelo filho.
 
A morte da idosa aconteceu na Rua D, bairro Feira X. Depois de uma perícia no local, investigadores da Polícia Civil prenderam Edmilson em flagrante por homicídio. Ele já tinha passagens na polícia por violência doméstica e por conta de uso de drogas. 
 
Por De Olho na Cidade
(0) Ver Comentários Mandar Comentário Indique a um Amigo

 

19/05
às 11:14

Um homem não identificado foi morto a tiros na noite desta quinta (18) no povoado de Tanquinho, distrito de Humildes. O crime aconteceu em uma localidade conhecida como Estrada do Videiro.

A vítima ainda está sem identificação, já que não trajava nenhum documento. Trajava calça preta e blusão vermelho. O homem foi atingido por tiros na cabeça, na perna e em um dos braços.
 
As investigações já foram iniciadas com o levantamento cadavérico, que foi presidido pelo delegado Luiz Osório, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa. Ainda não se sabe o motivo e a autoria do crime.
Por De Olho na Cidade
(0) Ver Comentários Mandar Comentário Indique a um Amigo

 

15/05
às 06:49
Dois jovens foram baleados durante uma festa de pagode realizada na noite deste domingo (15) em Feira de Santana. As informações são do Hospital Geral Clériston Andrade (HCGA), para onde as vitimas foram levadas.
 
Segundo a polícia, a festa acontecia na Rua Tomé de Souza quando dois homens que ocupavam uma motocicleta chegaram atirando. Adilson Basílio Pinheiro, de 26 anos, e Neilton Santos Borges, 29, foram atingidos pelos disparos.
 
Adilson e Neilton foram levados para o HGCA. Não há informações sobre o estado de saúde deles. Ainda não se sabe o motivo do atentado. A Polícia Civil investiga o fato, inclusive a identidade dos envolvidos.
 
Por De Olho na Cidade
(0) Ver Comentários Mandar Comentário Indique a um Amigo

 

11/05
às 07:54
Em interrogatório de quase cinco horas ao juiz federal Sérgio Moro, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que nunca houve intenção de adquirir um triplex no Condomínio Solaris, no Guarujá, em São Paulo.
 
Lula contou que a ex-primeira-dama Marisa Letícia comprou uma cota da Cooperativa Habitacional dos Bancários (Bancoop) - que era dona do prédio - de um apartamento simples.
 
Questionado por Moro se havia intenção desde o início de adquirir um triplex no empreendimento, Lula respondeu: “Não havia no início e não havia no fim. Nunca houve a intenção de adquirir um triplex”.
 
Esta foi a primeira vez que Lula prestou depoimento a Moro. O ex-presidente é réu na ação em que é acusado de ter recebido R$ 3,7 milhões em propina por conta de três contratos entre a OAS e a Petrobras. O Ministério Público Federal alega que os valores foram repassados a Lula por meio da reforma de um apartamento no Guarujá e do pagamento do armazenamento de bens de Lula, como presentes recebidos no período em que era presidente. O ex-presidente é réu por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Lula nega as acusações. 
 
No início do depoimento, Moro afirmou a Lula que ele seria tratado com respeito e qualquer decisão será tomada apenas ao final do processo. “Eu queria deixar claro em que pesem algumas alegações nesse sentido, da minha parte eu não tenho qualquer desavença pessoal em relação ao senhor ex-presidente. O que vai determinar o resultado desse processo no final deste processo são as provas que vão ser colecionadas e a lei. E vamos deixar claro que quem faz a acusação neste processo é o Ministério Público e não o juiz. Eu estou aqui para ouvi-lo e para proferir um julgamento ao final do processo". Em depoimentos de outras pessoas no processo,foram registrados desentendimentos entre o juiz e a defesa do ex-presidente.
 
Moro também comentou dos boatos de uma eventual prisão de Lula durante depoimento. “São boatos que não tem qualquer fundamento. Imagino que seus advogados já tenham lhe alertado que não haveria essa possibilidade. E para deixá-lo tranquilo lhe asseguro de pronto e expressamente que isso não vai acontecer.” E Lula afirmou: “Eu já tinha consciência disso.”
 
O depoimento começou com perguntas do juiz, seguido da assistência da acusação e dos procuradores do Ministério Público Federal. Em seguida, houve um intervalo. O interrogatório foi retomado e Moro voltou a fazer perguntas. Depois, os advogados de Lula apresentaram alguns questionamentos. E por último, o ex-presidente fez suas alegações finais. Após depor, o ex-presidente participou de ato na Praça Santos Andrade, no centro de Curitiba, onde estavam concentrados manifestantes que apoiam Lula.
 
Por Agência Brasil
(0) Ver Comentários Mandar Comentário Indique a um Amigo

 

03/05
às 03:28

Uma manhã inteira de buscas em vão. Assim terminou a terça-feira da família das pequenas Lunna, 1, e Sofhia, 5, filhas do traficante Robson Luís Lima, o Robin. O homem era uma das lideranças da facção Katiara e foi morto a tiros num matagal na localidade de Abobeiras, zona rural do município de Pedrão. 

Liderados pelo pai de Robin, Roberto Luiz Lima, um grupo de cerca de 60 pessoas voltou ao local onde os corpos de Robin, o da sua esposa Juliana Nascimento e a do comparsa Danilo Souza foram encontrados na madrugada do último sábado (29). Lá, ainda é possível ver o retrovisor e cacos de vidro carro onde estavam as vítimas, que foi cravejado de balas, e um cacto perfurado por um tiro.

O objetivo era achar alguma pista do paradeiro das suas netas. “Minha esperança é que assim como eu achei meu filho, eu ia achar elas também”, disse. 

No matagal que fica às margens da estrada de terra, sem casas ao redor, o grupo se arriscou sozinho. Uns de botas, outros de chinelos, todos estavam empenhados na busca pelas crianças. Amigos e familiares entraram mata adentro empunhando facões. Por estarem em grupo, acreditaram correr menos risco. 

Por volta do meio-dia, cinco policiais da 97ª Companhia Independente de Polícia Militar - Pedrão chegaram para acompanhar as buscas. No início da manhã, o grupo de Roberto foi até a Delegacia de Pedrão solicitar ajuda policial, mas não esperou até que homens foi deslocados para ajudar na empreitada. 

Apesar de todo o esforço em conjunto da família que veio de Salvador somente para tentar descobrir o paradeiro das meninas, nem uma pista sequer foi encontrada. “Agora voltamos para o zero”, diz o homem, cabisbaixo. Mas, determinado, ele não perde a fé de encontrar as meninas, vivas ou mortas. “Eu quero elas para criar ou para enterrar”, diz Roberto Lima. 

No peito sofrido do avô fica uma mistura de revolta e sentimento de injustiça. “As minhas meninas não tinham que pagar pelo pai”, murmurava Roberto, quase indo às lágrimas. Sua esposa, a merendeira Maria Lúcia Santos, 63 anos, mantém as forças e pede a quem encontra pela frente colaboração para encontrar Lunna e Sofhia. “Graças a Deus, todo mundo procura ajudar. Quando se fecha uma porta, se abre uma janela”.

Porém, além da dor da perda da filha e da angústia de não saber o que aconteceu com as netas, ela tem que conviver com telefonemas falsos. “Às vezes as pessoas ligam e dizem que as meninas estão em tal hospital e chega lá elas não estão”, lamenta a mulher. Quem tiver qualquer informação com relação às crianças pode entrar em contato com os telefones (71) 3301-7488 ou 99330-8945. 

Família unida

Na turma que acompanhava Roberto, iam avós, filhos e netos, além de amigos da família. Ao lado do homem quase todo o tempo estavam o amigo Marcelo Leite e o neto Pablo Lima. “A Bahia toda já se mobilizou com essa história. A gente como pai também sente essa dor e lá em Valéria a gente se  uniu em um só canto: “Lunna e Sofhia, onde será que elas estão agora?’, diz o amigo da família Marcelo Leite, que também veio de Salvador para ajudar nas buscas.  

Com a desenvoltura de um adulto, Pablo, 16 anos, mostra o lugar onde o tio foi encontrado morto. Ele conta que um outro tio sentiu que estava perto de encontrar Robson Luís. “Meu irmão tá nessa mata. Ele está me chamando”, reproduz o garoto. O adolescente revelou que primeiro os familiares acharam a camisa da vítima, para depois achar o corpo com as mãos amarradas e já coberto por insetos. 

Uma amiga da família, Lúcia Dantas, mostrava as sapatilhas sujas de lama e clamou por mais apoio do poder público. “A gente merece uma resposta em relação à vida das crianças. A gente precisa de ajuda da Justiça, do Ministério Público, do Conselho Tutelar. Desde sábado, estamos nessa luta”, desabafou. 

Investigação

O inquérito que investiga a morte do casal e do comparsa e o desaparecimento das crianças está sendo presidido pelo Delegado Titular de Pedrão, Henrique Moraes. No final da manhã desta terça-feira (2), ele se reuniu com a Coordenadora da 2ª Coordenadoria de Polícia do Interior - Alagoinhas, Lélia Raimundi, para montar as estratégias de investigação do caso.

Em conversa com o CORREIO, ela explicou que as buscas pelas crianças vão ter ajuda de policiais da 2a Coorpin, que serão deslocados para Pedrão. Até o momento, segundo a delegada, não há indícios de que havia crianças no carro. 

Moraes confirmou que até o momento não há pistas do paradeiro das crianças. “Não foi encontrado nenhum corpo de crianças na região”, explica. Segundo ele, ainda não é possível apontar o que aconteceu na noite do crime. “Só a conclusão do laudo pericial que vai permitir esclarecer os detalhes”, apontou. 

Por Correio
(0) Ver Comentários Mandar Comentário Indique a um Amigo

 

03/05
às 03:23

Um grupo de assaltantes fez um arrastão em uma igreja em Aracaju, no Sergipe, na manhã do último domingo.(30). Armados, três criminosos interromperam a missa na Paróquia São Mateus, que fica no bairro Araruama, para levar todos os pertences das vítimas.

A ação dos criminosos foi registrada pelo circuito de segurança interno da igreja. Nas imagens, é possível ver a aproximação da quadrilha pela rua e o momento em que eles rendem um homem que estava fazendo a recepção dos fiéis. As vítimas parecem não acreditar que estava acontecendo um arrastão dentro de uma igreja.

À TV Sergipe, o padre Benjamin Júnior contou que a ação dos criminosos começou por volta das 08h45, quando a celebração da missa já estava terminando. De acordo com o padre, um dos homens portava uma arma, que parecia ser de fabricação caseira e o outro uma faca.

Após o susto

Por conta do arrastão, as celebrações que aconteceriam em outros horários na  Paróquia São Mateus foram canceladas. A Polícia Civil não divulgou nenhuma informação sobre o prejuízo sofrido pelas vítimas. O grupo fugiu por uma mata, que fica próxima a paróquia. Veja o vídeo com a ação dos criminosos.

Por Bk2
(0) Ver Comentários Mandar Comentário Indique a um Amigo

 

29/04
às 03:29

Após recebimento de denúncia anônima, uma equipe da Rondesp Leste, grupamento da Polícia Militar, fez o levantamento e acompanhamento de um caminhão do tipo  bitrem com um possível carregamento de cigarros contrabandeados. 

Os policiais militares abordaram o veículo e constataram a veracidade da informação. 

O caminhão estava sendo conduzido por Izaias Farias Martins, 47 anos, que apresentou uma nota fiscal de açúcar. 

A apreensão ocorreu na BR-116/Norte, próximo à entrada de Serrinha. Todo material apreendido, bem como o veículo e seu condutor foram apresentados na Polícia Federal de Feira de Santana e encaminhados à Polícia Federal de Salvador. 

 
Por De Olho na Cidade
(0) Ver Comentários Mandar Comentário Indique a um Amigo

 

28/04
às 08:29
WhatsApp - Humildes Notícias

 

Erivaldo Nascimento Xavier, de 30 anos, foi assassinado na noite desta quinta (27) na zona rural de Feira de Santana. O crime aconteceu no povoado Fulô, distrito de Humildes.
 
De acordo com informações da polícia, a vítima foi atingida por tiros na cabeça e no tórax e teve morte instantânea.
 
Policiais civis que investigam o assassinato apuraram que há cerca de três anos Erivaldo sofreu uma tentativa de morte por motivo ainda não esclarecido.
 
As investigações estão sendo feitas por agentes da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).
 
Por De Olho na Cidade
(0) Ver Comentários Mandar Comentário Indique a um Amigo

 

28/04
às 01:00

Familiares da garota Gabrielly Gomes Santana, de 7 anos, não conseguiram fazer o sepultamento da garota na tarde desta quinta-feira (27) em Feira de Santana.

A menina estava desaparecida há três meses e teve os restos mortais liberados pela polícia para sepultamento. Depois de investigações feitas por uma força-tarefa, a Polícia Civil confirmou que um crânio encontrado nas proximidades do bairro Feira IX era de Gabrielly.

O velório está sendo feito no espaço ao lado do Hospital Dom Pedro de Alcântara (HDPA).

Segundo o tio da menina, a família encontrou dificuldades para obter os documentos necessários para o sepultamento. O problema foi uma divergência em relação a um carimbo do Instituto Méico Legal (IML) de Salvador.

“A burocracia faz a gente passar por esse sofrimento”, lamentou Joacy Araújo, tio de Gabrielly.

Por De Olho na Cidade
(0) Ver Comentários Mandar Comentário Indique a um Amigo

 


 

PAES, BISCOITOS, SALGADOS, CONFEITARIAS E MUITO MAIS, ENTREGA PARA EVENTOS E ANIVERSÁRIO. Av. Getúlio Vargas, 927 fone (75)2101-9920 Feira de Santana BA.